Sites Grátis no Comunidades.net
TERROR
TERROR

O ABC DA MORTE 2 (2012) Dublado

"Abc's of death 2" é uma coletânea de 26 curtas que têm como tema o próprio alfabeto. Cada Cineasta ficou incumbido de uma letra e teve total liberdade de filmá-lo em 2 dias com um orçamento mínimo. Infelizmente, essa sequência é muito inferior ao primeiro filme, que também já não era lá essas cosias. Tem filmes com atores e 2 episódios de animação, 1 eles dirigido pelo Papa da animação Bill Plympton, que é um dos mais interessantes, mostrando um casal em discussão. O Episódio brasileiro, "J para Jesus", investe na ousadia e traz um Pastor homofóbico que mata o namorado do filho e manda torturar o filho. 

 

Matadouro Parte 2: Prelúdio (2014) / MEGA

Direção: Carlos Junior

Elenco: Fabíola Antico, Thiago dos Santos, Ana Carolina, Carlos Cesar Gonçalves, Cammila Sanches, Leandro Martins, Brunno Alexandre, Kelly Andrade, DW Douglas, Maicon Amaral, Bruno Henrique Gordon, Ricardo Araújo, Fernando Novaes, Ailton Ricardo, Stephanie Berlini, Laura Marafante, Bruno Diego, Lucas Zanata

Um grupo de amigos indo para uma festa de natal em uma casa afastada da cidade. O cenário perfeito para uma tragédia começar. Durante vários minutos, somos apresentados a vários jovens em meio a muita bebedeira e curtição, sem dar a minima pra mais nada. Se divertindo muito, eles se filmam curtindo a noitada até desmaiarem de bêbados e cansados. Afinal de contas, nunca esperamos uma tragédia. E é nessa hora que o horror começa. E um dos assassinos é o responsável por documentar todo o cenário de tortura, sangue e sofrimento das vítimas, que, uma a uma, são exterminadas de forma impiedosa, porém este também não perde a oportunidade de gozar de alguns momentos oportunos. Gritos e mais gritos, abafados pela impotência das próprias vítimas, que nada podem fazer perante a sua morte iminente.

Resultado de imagem para matadouro filme

MATADOURO (2012) / Minhateca

Dirigido por: Carlos Junior

ELENCO:

Bruno Diego

Carlos Junior

Daisy Cris

Fabíola Antico

Juliano Pires

Kauane dos Santos

Mylena Vendramini

Robson Mosquim

Cinco Jovens, com o único objetivo de voltar para casa, param com o carro na estrada por um motivo banal e, um a um, desaparecem, alguns sem deixar rastro, outros, deixando um traço de sangue que os leva a procurar os amigos, levando-os ao meio do nada, caindo nas mãos de um maníaco que tem como único objetivo, torturá-los, mata-los e se divertir um pouco com seu sofrimento. A câmera que eles carregam na viagem registra tudo. Do início, ao fim.

 

A Estranha Hospedaria dos Prazeres (1976) Mega / Minhateca

O roteiro do filme segue uma linha no qual o Rubens Francisco Luchetti é conhecido, que remete também aos seus trabalhos em quadrinhos de horror, no qual há uma mistura de sobrenatural com fantasia e mistério. O prólogo de “A Estranha Hospedaria dos Prazeres” é desnecessariamente longo e é ali onde vemos o personagem Zé do Caixão pela única vez no filme, proferindo frases sobre vida e morte que são típicos do personagem. Apesar do longo prólogo, a ambientação da cena é muito bem feita, com tambores e um cenário que remete as loucuras de “O Despertar da Besta” (1970).

Após os créditos iniciais entramos de fato na trama do filme, um grupo de pessoas vai até a Hospedaria dos Prazeres para se candidatarem a vagas de empregos, é nesse instante que no meio de falatórios das pessoas surge o personagem de José Mojica, que se revela como o dono da hospedaria. Ele é um senhor de poucas palavras, bastante calmo e enigmático. Assim, ele seleciona duas pessoas para se juntarem a hospedaria, de uma maneira um tanto quanto estranha.

A medida que o filme caminha mais pessoas vão surgindo para se hospedar nessa estranha hospedaria, todos são recebidos por Mojica, que com algumas frases enigmáticas e de filosofia barata diz quem vai ou não se hospedar ali. No fim temos vários núcleos em diferentes quartos, desde um casal a um grupo de vários jovens que estranhamente se amontoam no mesmo quarto.

O filme, infelizmente, possui vários problemas, ele está muito longe de chegar perto de grandes obras de Mojica, como o já citado aqui “O Despertar da Besta“. Os personagens (e são muitos) não sou aprofundados e eles acabam sendo jogados a um nível absurdo de simplicidade. O protagonista (Mojica) também não possui carisma para se sustentar no filme todo, apesar de ser um personagem interessante, ele acaba se tornando muito repetitivo com suas frases enigmáticas sobre a vida. E dessa forma o filme vai caminhando, bem truncado por sinal, parece que ele se segura muito para chegar aos seus 80 minutos de projeção e vai se desenrolando de uma forma quase imperceptível.

A trama ganha uma pequena força quando se aproxima do final, mas infelizmente o final que era pra ser surpreendente acaba ficando óbvio antes mesmo da metade do filme. Mas é interessante ver como os personagens vão reagindo ao se depararem com seus destinos e algumas cenas com flashbacks que mostram como eles chegaram até a hospedaria dão um certo gás à obra.

O final do filme, que é o seu grande trunfo, só não é mais impactante, pois com tantas repetições de cenas, o filme te explicita aonde ele quer chegar, o tornando previsível como já disse, o que é uma pena. Mas, apesar de alguns furos no roteiro, personagens rasos e caricatos, a ambientação de “A Estranha Hospedaria dos Prazeres” é muito boa, a cenografia é ótima e algumas cenas criam um clima perfeito de terror fantástico, pena que essas cenas não são muitas.

A Estranha Hospedaria dos Prazeres” é um filme que fica muito abaixo do nível da filmografia de horror do Mojica, serve ‘apenas‘ como uma curiosidade para quem busca ver os trabalhos ‘menores‘ que o Mojica realizou. Mas mesmo assim é uma produção de horror nacional muito inventiva e que tinha ótimas ideias, pena que a maioria delas não funcionaram muito bem.

Falar sobre esse filme num dia de comemoração para o Mojica pode não ser muito coerente, mas é interessante sempre resgatar outras obras do diretor, que não possuam um grande nome como seus outros clássicos, mas que servem como um estudo mais aprofundado em sua filmografia. Enfim, vida longa ao nosso grande nome do cinema de horror: o eterno Zé do Caixão, o eterno José Mojica Marins!

Diretor: Marcelo Motta

ELENCO
José Mojica Marins
David Hungaro
Alfredo de Almeida
Giulio Aurichio
Elza Fereira
Caçador Guerreiro
Marizeth Baumgarten
Jorge Peres
Vincenzo Colella 

Resultado de imagem para zombio 2 chimarrão zombies download

Zombio 2: Chimarrão Zombies (2013)

Bizarro e gore do começo ao fim, Zombio 2 se passa numa região rural do Oeste de Santa Catarina, onde os habitantes começam a se transformar em zumbis após ingerir o doce sabor do erva-mate Cronenberg (ótima brincadeira com o David Cronenberg), em que os poucos que sobreviveram tentam se relacionar entre si, só para mais tarde demonstrarem o total poder do egocentrismo, passando a perna no outro como parte do instinto de sobrevivência nesse mundo de caos infinito. Embora o filme de Petter Baiestorff tenha um contexto de crítica social em suas entrelinhas e cenas psicodélicas em boa parte da trama, é na trasheira mesmo que ele brilha e faz o espectador cair na risada com suas escolhas e liberdades em termos de posicionamento de câmera, angulação e exagero no zoom in e zoom out (o que me fez rachar de rir copiosamente), sem contar que a avacalhação, farra e nudez explícita fazem parte da grande festa que é essa continuação. Ainda que eu prefira o primeiro filme dessa franquia (já posso chamar de franquia?), espero desde já um Zombio 3: Holocaust Zombies!!

Resultado de imagem para belas e corrompidas 

Belas e Corrompidas (Sexta-Feira As Bruxas Ficam Nuas, 1977)

Isabel é fascinada pela vida do serial killer Landru, O Barba Azul. Para reconstituir os crimes por ele cometidos, ela atrai sexualmente suas vítimas, contando, para tanto, com Tula, sua ajudante de ordens. Um dos enredados pela sensualidade de Isabel é Igor, namorado da criada. Enciumada, Tula denuncia a patroa à polícia. Enquanto isso, Tristão, o irmão de Isabel, trama a venda da casa onde ela mora, para financiar sua boa-vida de conquistador amoroso.

Direção: Fauzi Mansur

ELENCO:

Maria Isabel de Lizandra

Stella Maia

Abraão Farc

Fernando Reski (Guarda-noturno)
Heitor "Cara de Gato" Gaiotti (Ex-presidiário)
Luigi Picchi (Tristão)
Roberto Miranda (Noivo)
Carlos Bucka (Açougueiro)
Ênio Gonçalves (Gardel)
Marthus Mathias (Garçom)

 Resultado de imagem para Seduzidas pelo Demônio filme

Seduzidas pelo Demônio(1978) /ULOZTO

Roberto, jovem estudante de medicina, está sendo julgado num tribunal pelo assassinato de sua mãe adotiva. A partir do depoimento de testemunhas, sua vida pregressa vai sendo reconstituída. Adotado ainda bebê pelo doutor Fábio e sua esposa, que o salvaram de um sacrifício por uma seita dos adoradores do demônio, o rapaz levou vida normal até a inexplicável morte de três jovens, praticada por ele, numa festa na casa do tio. Julgado vítima de possessão demoníaca, Roberto é internado num hospício para tratamento, mas consegue fugir.

Direção: Raffaele Rossi

ELENCO
Afonso Arrichielo
Cassiano Ricardo
César Roberto
Eleu Salvador
Ivete Bonfá
José Fernandes
Jose Fernandes Torres
José Mesquita
Lourênia Machado
Padre Oscar Quevedo
Shirley Steck

Resultado de imagem para 3 cortes 

Três Cortes (2006)

4SHARED

Senha: cinebra

Reunião de três curtas-metragens de horror gore.

Coleção de Humanos Mortos (2005) - 21' - Direção: Fernando Rick
Influenciado pelas malignas personificações do Ódio, da Loucura e do Prazer, um psicopata impõe severos castigos às suas vítimas. Com: Ulisses Granados, Tiara Curi, Luis "Ódio" Sorrentino, Fábio "Loucura" Castro e Marina "Prazer" Anlop.

06 Tiros, 60 ml (2005) - 15' - Direção: André Kapel Furman
Traficante morre de overdose. Na morgue, ele volta à vida e inicia um massacre sangrento, até o embate com bandido de facção rival. Com: Fernando Pavão, Thaís Simi e Nicolas Trevijano.


Sozinho (2003) - 13' - Direção: Andre ZP
Homem se encontra com mulher que conhecera em uma loja de CDs. Mal sabia o pesadelo que o aguardava. Com: José Salles e Mara Vanessa Prieto.

Resultado de imagem para as fábulas negras 

As Fábulas Negras (2015)

MEGA / 1FICHIER

Quatro garotos brincam de super-heróis no meio do mato. Em um intervalo nas brincadeiras, eles passam a contar histórias repletas de suspense e terror, supostamente veridicas, envolvendo lendas urbanas e mitos do folclore brasileiro.

O Monstro do Esgoto, de Rodrigo Aragão

O prefeito de uma cidade se recusa a investir no tratamento do esgoto, preferindo embolsar o dinheiro que seria gasto nesta obra. Com isso, o esgoto é despejado bem na frente de um homem que, desesperado, tenta resolver o problema com todo tipo de autoridade pública.

Pampa Feroz, de Petter Baiestorf

A ameaça de um lobisomem faz com que dois capangas partam para enfrentá-lo. Um deles está apaixonado pela filha do coronel local, o que lhe traz sérios problemas.

O Saci, de José Mojica Marins

Um homem despreza o conselho de Pai Pedro de respeitar o povo da mata e entra no bambuzal à noite, por conta própria. Tal arrogância desperta o saci, que passa a perseguir não só a ele, mas também a mulher pela qual é apaixonado.

A Loira do Banheiro, de Joel Caetano

Aprisionada em um banheiro sujo, onde é obrigada a invocar a loira do banheiro, uma garota é morta pelo espírito. Só que a brincadeira de mau gosto não era direcionada a ela, mas sim à uma amiga que, agora, é enviada a um colégio interno. Lá ela precisa lidar com o bullying das colegas e ainda a arrogância da diretora.

A Casa de Iara, de Rodrigo Aragão

Alertada por um monstro, Iara descobre que seu marido a está traindo. É o suficiente para que ela elabore um plano para matá-lo, sem dó nem piedade

ELENCO
Mayra Alarcón
Ricardo Araújo
Ana Carolina Braga
Marcelo Castanheira
Walderrama Dos Santos
Markus Konká
Cesar Coffin Souza 

 

 

O Castelo das Taras (1982)

MINHATECA

Três universitárias e sua professora buscam um ambiente adequado às suas pesquisas de parapsicologia e ciências ocultas. Encontram um castelo numa aldeia e lá a professora invoca o espírito do Marquês de Sade, que toma posse do corpo e da mente de um jovem pastor protestante. Reencarnado, o Marquês pratica loucuras, iniquidades sexuais e eróticas, bem como crimes horripilantes. O miticismo só é desvendado pela entidade positiva de Sebastião, um outro pastor protestante, que, através de seu poder e de sua fé, leva a professora sacedortiza e o Marquês à morte.

Diretor: Julius Belvedere

Imagem

À Meia-Noite Levarei Sua Alma (1964) / Minhateca / Depositfiles

Direção: José Mojica Marins

ELENCO
José Mojica Marins ... Zé do Caixão
Magda Mei ... Terezinha
Nivaldo Lima ... Antônio
Valéria Vasquez ... Lenita
Ilídio Martins Simões ... Dr. Rodolfo
Arildo Iruam
Genésio de Carvalho
Vânia Rangel
Graveto

O sádico e cruel coveiro Zé do Caixão (José Mojica Marins) pretende gerar um filho perfeito para dar continuidade ao seu sangue. Mas sua mulher não consegue engravidar e ele acaba violentando a mulher do seu melhor amigo. A moça violentada pelo coveiro quer se suicidar, para regressar do mundo dos mortos e levar a alma de Zé do Caixão.

Resultado de imagem para karma enigma do medo filme

Karma - Enigma do Medo (1984) / Depositfiles

Elenco:

Alain Fontaine

Custódio Gomes

Eliane Gabarron

Heitor Gaiotti

Márcia Ferro

Tatiana Mogambo

Walter Gabarron

Dirigido por: Fauzi Mansur

No século 19, pessoas são massacradas por bandidos numa casa de fazenda. Cem anos depois, o local foi transformado num hotel-fazenda, onde reúnem-se diversos hóspedes que são a reencarnação das vítimas e assassinos do passado. Fenômenos estranhos e mortes violentas começam a acontecer.

MANGUE NEGRO (2008) / Minhateca

Dirigido por Rodrigo Aragão

ELENCO:

André Lobo Dona Benedita

Antônio Lâmego Antônio

Julio Tigre Júlio

Kika Oliveira Raquel

Markus Konká Agenor dos Santos

Maurício Ribeiro Dona Alba

Reginaldo Secundo Batista

Ricardo Araújo Valdê

Walderrama Dos Santos Luís da Machadinha

Em uma comunidade muito pobre de um manguezal brasileiro surgem inexplicavelmente zumbis canibais, e a onda de massacres começa. 

Profana (2011) / ULOZTO

Um homem arrogante e uma entidade antiga chamada "Profana". Uma bênção ou uma maldição? Vários pontos de vista e, no final, uma única pergunta: Quanta verdade você pode dizer?

Diretor: João Rocha

ELENCO
Alexandre Coelho,
Anaterra,
Andrea Rossi,
Gustavo Santos,
Vanessa Goes,
Carolina Bezerra,
Maude Horta,
Felipe Martins,
Thiago Valente,
Lúcia Rocha 

REENCARNA



A REENCARNAÇÃO DO SEXO (1982)

Minhateca / Depositfiles

DIREÇÃO: Luiz Castellini

ELENCO:

Patrícia Scalvi
Roberto Miranda
Lia Farrel
Ana Maria Kreisler

Antônio, não suportando o romance entre a filha Patrícia e Artur, seu empregado, mata-o numa emboscada. Num ataque de sonambulismo, Patrícia descobre o túmulo do amante e enterra, ajudada pela mãe alcoólatra, a cabeça do cadáver em um vaso, morrendo a seguir. Dez anos depois, em um asilo de velhos, com o auxílio de um corretor que quer roubar a propriedade, Antônio aluga a sua casa para Célia e Fábio, recém-casados. A partir de então os fantasmas de Patrícia e Artur começam a perseguir todos os habitantes da casa.

Um Lobisomem na Amazônia (2006) / MINHATECA

Natasha (Danielle Winits) é uma jovem que, juntamente com dois casais amigos, decide entrar na Amazônia para participar da cerimônia do Santo Daime, em uma aldeia da região. Eles contratam o experiente Beto Careca para guiá-los, mas em seu lugar aparece Jean Pierre (Evandro Mesquita), que alega ser amigo de Beto e diz estar substituindo-o devido a um acidente. No caminho todos estão entusiasmados, mesmo com a notícia de que estranhos assassinatos têm ocorrido na região. Os crimes vêm sendo investigados pelo delegado Barreto (Tony Tornado) e pelo professor Corman (Nuno Leal Maia), zoólogo que acredita que um animal feroz matou as pessoas. O que eles não sabem é que no interior da floresta vive o dr. Moreau (Paul Naschy), um médico nazista que está escondido e realiza experimentos bizarros, que estão diretamente relacionados com os assassinatos.

Direção: Ivan Cardoso

ELENCO
Karina Bacchi
Danielle Winits
Tania Boscoli
Bruno de Lucca
Orlando Drummond .
Sidney Magal
Nuno Leal Maia
Júlio Medaglia
Joana Medeiros
Evandro Mesquita
Paul Naschy
Pedro Neschling 

 

A Noite do Chupacabras (2011) / Minhateca

Direção: Rodrigo Aragão

ELENCO
Mayra Alarcón ... Maria Alícia Silva
Ricardo Araújo... Ricardo Silva
Petter Baiestorf ... Ivan Carvalho
Joel Caetano ... Douglas Silva
Jorgemar de Oliveira ... Jorge Silva
Kika de Oliveira ... Kika Silva
Walderrama Dos Santos ... Chupacabras / Luís da Machadinha
Margareth Galvão ... Dona Itália Carvalho
Markus Konká ... Seu Pedro Silva
Eduardo Moraes ... Albino

As trágicas relações entre duas famílias: os Silvas e os Carvalhos. Os Carvalhos queriam comprar as terras dos Silvas, mas Seu Pedro Silva, o patriarca, não aceitou a proposta do patriarca dos Carvalhos. No entanto, quando ele é encontrado morto (com uma mordida no pescoço) na propriedade dos Silva, uma guerra é declarada e um trato estabelecido: os Silvas doam uma parte considerável de suas terras para os Carvalhos e a “paz” reina. Os atritos entre as famílias são sempre iminentes. Qualquer razão é razão suficiente para matarem-se uns aos outros. Perambulando a narrativa, e alheio aos dramas e raivas das duas famílias, está o Chupacabras, que alimenta-se primeiro dos animais da propriedade e muito em breve se voltará para a família, ou pelo menos a quem sobrar da guerra entre as famílias.  

Morgue Story: Sangue, Baiacu e Quadrinhos (2009) / Minhateca

 Tudo transcorre em um necrotério quando os três personagens principais da história (uma cartunista, um vendedor e um médico legista), com seus problemas e neuroses, se encontram por uma casualidade do destino e transformam a madrugada em uma louca comédia, recheada de lances de terror e surrealismo.

 Dirigido por Paulo Biscaia Filho

ELENCO:

Mariana Zanette ..... Ana Argento
Anderson Faganello ..... Tom
Leandro Daniel Colombo ..... Dr. Daniel Torres
Edson Bueno ..... Dr. Samuel
Cléber Borges ..... Sacerdote
Wagner Corrêa ..... Barman
Anderson Faganello ..... Tom
Carolina Fauquemont ..... Martina
Rafaella Marques ..... Jaque
Michelle Pucci ..... Irmã de Martina
Fábio Silvestre ..... Dr. Sérgio
Marcel Szymanski ..... Zombie
Regina Vogue ..... Mãe

 

Resultado de imagem para o caseiro filme

O Caseiro (2016)

O Brasil nunca foi referência em filmes de terror, mesmo com figuras como José Mojica Marins, o Zé do Caixão, e o diretor Rodrigo Aragão, autor dos independentes Mar Negro e Mangue Negro. Esse último, por sinal é o principal responsável por explorar cada vez mais esse nicho por aqui, mas, mesmo assim, o terror tupiniquim ainda engatinha, enquanto Hollywood faz a festa em nossas bilheterias com longas como Invocação Do Mal e Annabelle.

Entretanto existe um progresso perceptível e O Caseiro é um desses bons exemplos. No filme, o novato diretor Julio Santi (O Circo da Noite) procura explorar o sucesso dos best sellers espíritas ao mesmo tempo em que consegue criar uma aura sonora e visual de terror que não deve a nenhuma produção internacional.

A trama acompanha o cético professor de psicologia Davi (Bruno Garcia), famoso por publicar um controverso livro em que busca justificar as aparições sobrenaturais com base na psicanálise.

Sem receber novos pacientes a muito tempo, ele planeja escrever um novo livro, mas sua aluna Renata (Malu Rodrigues) procura sua ajuda após uma sucessão de fatos estranhos acontecerem na propriedade de sua família, inclusive causando a morte de sua mãe.

Todos acreditam que as manifestações paranormais estão ligadas ao fantasma do antigo caseiro do lugar, que se suicidou. Davi vê o pedido como um desafio e viaja para lá com o intuito de provar que há uma explicação lógica para tudo aquilo.

O roteiro de O Caseiro é recheado de clichês e não chega a despertar medo de fato. Entretanto, a narrativa é bem desenvolvida e não há excessos de reviravoltas que precedem o clímax, um dos fatores mais criticados em filmes de terror atualmente. O longa ainda conta com uma fotografia sofisticada, principalmente nas cenas noturnas, que são acompanhadas do espelho d'água formado pelo lago que beira o casarão.

O Caseiro pode ser "inofensivo" frente a outros filmes do gênero e está mais para um suspense do que para um terror, mas é inegável que simboliza um grande passo na produção nacional de terror, o que só beneficia o espectador, ávido por mais diversidade no cinema brasileiro.

 Resultado de imagem para hora do medo filme

A HORA DO MEDO (1986)

Albert é um homem mentalmente abalado, que vive com a mãe numa mansão sombria. Traumatizado na infância, quando testemunhou o sádico pai torturando a mãe durante o sexo, Albert cresceu incapaz de dissociar sexo e morte, assassinando brutalmente todas as mulheres que sua mãe traz para casa e enterrando as vítimas nos fundos da mansão.

Engraçado terror trash que teve uma cena de violência, envolvendo um coração arrancado, dirigida por José Mojica Marins, amigo do realizador Cavalcanti.

Dirigido por: Francisco Cavalcanti, José Mojica Marins

Elenco:

  • Albert Karlinski
  • Clery Cunha
  • Darcy Silva
  • Ely Silva
  • Fabricio Cavalcanti
  • Francisco Cavalcanti
  • Marie Edelgunde Platz Wichering
  • Turíbio Ruiz

Resultado de imagem para capital dos mortos filme

A Capital dos Mortos - 2008

Dirigido por: Tiago Belotti

Elenco:

  • Gustavo Serrate Lucas
  • Jean Carlo Tio
  • José Mojica Marins
  • Laura Moreira Pâmela
  • Luísa Viotti Ângela
  • Pablo Peixoto André
  • Yan Klier Cristopher

No ano de 1883, em Turim, na Itália, o padre Dom Bosco teve um sonho-visão sobre a construção da cidade de Brasília. Foi-lhe dito também que a raça humana estava prestes a ser testada, e que a cidade prometida seria o palco do evento. Dom Bosco foi avisado de que no dia de sua morte, um processo de três gerações de sessenta anos começaria. Nas duas primeiras gerações, as atitudes dos homens seriam avaliadas, e sentenciadas 120 anos depois. A Capital dos Mortos começa no início da terceira geração, e segue a história de um grupo de amigos (a maioria fã de filmes de zumbis) que ironicamente percebe que a cidade está sendo tomada por essas criaturas apocalípticas, e tenta desesperadamente estruturar um plano para sobreviver.

 

MAR NEGRO (2013) / Minhateca
Direção: Rodrigo Aragão

Elenco:

Mayra Alarcón ... Isidora Fernandez
Carol Aragão ... Clara
Ana Carolina Braga ... Prostituta e zumbi
Kika de Oliveira ... Indiara
Walderrama Dos Santos ... Albino / Baiacu Sereia
Tiago Ferri ... Cavalo Cansado
Gurcius Gewdner ... Bar Man

Uma estranha contaminação atinge uma pequena vila de pescadores. Tudo começa quando uma estranha criatura chamada baiacu-sereia morde um pescador, que após algumas horas começa agir de forma estranha, no final se transformando em um zumbi e espalhando a praga para os outros moradores da vila. Quando peixes e crustáceos se transformam em horrendas criaturas transmissoras de morte e destruição, o solitário Albino luta pelo grande amor da sua vida, arriscando a própria alma numa desesperada fuga pela sobrevivência.

 

Atração Satânica (1989) / DEPOSITFILES

Num balneário no estado do Rio de Janeiro, a radialista Fernanda apresenta seu programa com histórias de um assassino que extrai o sangue de suas vítimas, todas mulheres, para ressuscitar sua irmã morta. O que Fernanda não sabe, é que sua história está realmente acontecendo, e tais assassinatos tem origem num culto de magia negra realizado 14 anos atrás, em que um casal de crianças foi entregue ao Demônio. Enquanto tem um caso com o oficial da Marinha, Lionel, Fernanda continua seu programa, e as novas mortes levam a polícia a torná-la suspeita.

Direção: Fauzi Mansur

ELENCO
Claudia Alencar ... Susan
Ênio Gonçalves ... Lionel
Gabriela Toscano ... Fernanda
André Loureiro ... Christian Grecco
Emilia Mazer ... Sarah Grecco
Olair Coan ... Rafael
Claudio Curi ... Paul
Antoine Rovis ... Francis
Vera Zimmerman ... Cecile

 

Resultado de imagem para o sarcofago macabro filme

O SARCÓFAGO MACABRO (2005) / MINHATECA

DIREÇÃO: Ivan Cardoso

ELENCO:

Carlo Mossy
Tony Tornado … (as Toni Tornado)
Wilson Grey
Jane Silk
Felipe Falcão
Luíza Mariani … (as Luiza Mariani)
Júlio Medaglia … (as Julio Medaglia)
Orlando Drummond … (as Orlando Drumond)

Ao classificar arquivos secretos, o agente da CIA Ed Stone (Carlo Mossy) descobre um dossiê cujo teor revela que Adolf Hitler ainda estaria vivo na forma de uma múmia.

 

 

DELÍRIOS DE UM ANORMAL (1978) / 4Shared / Minhateca

DIREÇÃO: José Mojica Marins

Elenco:
José Mojica Marins / Zé do Caixão
Jorge Peres … Dr. Hamilton
Magna Miller … Tânia, esposa do Dr.Hámilton  
Jaime Cortez
Natalina Barbosa
Lirio Bertelli
Alexa Brandwira
Andreia Bryan
João da Cruz
Anadir Goe
Elza Perreira
João Paulo Ramalho … Zé do Caixão (voz)
Valter Setembro

Um brilhante psiquiatra é aterrorizado por pesadelos nos quais Zé do Caixão tenta roubar sua esposa, escolhendo-a como aquela que irá gerar seu filho perfeito. Desorientados, seus colegas médicos decidem buscar ajuda com o cineasta José Mojica Marins, que tenta fazer o psiquiatra compreender que Zé do Caixão não passa de uma simples criação de sua mente. Usurpado de seu direito de criar e mostrar ao público sua arte por mais de dez anos de sistemática perseguição pela Censura Federal. Mojica decidiu compilar as cenas mais chocantes de seus melhores filmes, para narrar esta história alucinante, através do “restos dos meus próprios restos” – nas palavras do próprio diretor. Mas, o filme não se resume a uma simples colagem, a brilhante edição de Nilcemar Leyart remonta cenas famosas e lhes dá um novo significado. Um trabalho minucioso e artesanal merecidamente reconhecido.

 

Contos de Horror - A Filha do Pavor (1997)

MEGA Parte01 / Parte02 / Parte03   Senha: cinecult / Minhateca

Mulher que foi estuprada e assassinada, reencarna no corpo de Maria Imaculada, uma empregada doméstica, que esconde em seu interior o verdadeiro mal, por trás de um rosto inocente. Secretamente, ela pratica rituais satânicos em seu quarto, e muda a vida da família para quem ela trabalha. Sua intenção é a vingança contra todos os homens que cruzam o seu caminho.

Direção: Andrea Pasquini

ELENCO
Cris Matos
Débora Mikitin
Fábio Ferreira Dias
Ieda Maria
José Mojica Marins
Régis Monteiro
Ricardo Perez 

Diário de um Exorcista – Zero / MEGA

Quando uma tragédia familiar inexplicável abala sua família, o jovem Lucas Vidal desperta para a desafiadora missão de enfrentar o inimigo maior do homem e de Deus: o próprio Diabo. A história (baseada em fatos reais) do padre Lucas Vidal – um dos maiores exorcistas da América Latina – é contada em aterrorizantes detalhes. Conheça a batalha dos padres exorcistas contra esses terríveis seres profanos que crescem em número e poder a cada dia. O mal foi liberto e não se sabe mais quem é humano e quem é demônio. Como poderão, os padres exorcistas, enfrentarem o inconcebível poder das trevas? 

Imagem

FETO MORTO (2003) / Minhateca

Diretor: Fernando Rick

Elenco: Di Babinski, Jajá, Paloma, Leandro, Zenom Gordo e Denise V

João é um garoto como qualquer outro, mas com uma diferença. Ele nasceu com uma boneca, digo, um feto morto na cabeça, resultado de uma relação incestuosa que seu pai teve com a irmã. Ele têm problemas com um trio da pesada, liderado por Satan, que costuma passear pelas ruas espancando mães e pisando na cabeça de seus bebês, cortando as bolas e fazendo o seu dono engoli-las, matando deficientes, esfaqueando e queimando mendigos, entre outras atrocidades.  
Finalmente João, o nosso querido nerd perdedor e deformado, consegue um encontro com uma garota. A moça tem hábitos distintos de lamber o próprio absorvente ensanguentado, e se excita quando João vomita nela. Para saciá-la, ele apela para as divindades, ou seja, enfia uma estátua de santo nela.
Ainda tirando sarro da religião, vemos um padre pedindo dinheiro aos fiéis e o mesmo cheirando uma carreira de cocaína em nome de Jesus e queimando a bíblia.
João costuma apanhar do pai, até o dia em que decide se vingar envenenando a cerveja dele. Ele então foge de casa e vai encarar os perigos da cidade grande, mas é obrigado e passar a noite na rua, onde acaba mutilando um mendigo que o importuna. Cansado de só se dar mal, João faz macumba invocando o Exu, com quem faz um pacto. 
Com o Exu, João treina karatê até ficar pronto para enfrentar o trio perverso. Após facilmente surrar o casal de capangas de Satan, tem um luta disputada e coreografada com o chefão, até finalmente explodir sua cabeça com uma dinamite ACME. 
Como prêmio merecido, ele conquista uma garota (Denise V), que chega lhe mostrando os peitos e com quem têm um filho. Então temos um final a lá Nekromantik, com o bebê tarado se excitando com a mãe, que desfila pela casa com os peitos de fora, e ejaculando sangue.

Feto Morto é um filme é trash, divertido, com violência e nudez gratuitas, gore, humor negro, desmembramentos, escatologia e bizarrices de sobra e é totalmente politicamente incorreto, atirando contra todos os lados.

Poster

FINIS HOMINIS (1971) / Userscloud / Mega SENHA: LeMMy

Direção: José Mojica Marins

Elenco:

Rosângela Maldonado
José Mojica Marins
Roque Rodrigues (Lázaro)
Teresa Sodré (Madalena)
Andréa Bryan (Ninfômana)
Graveto
Big Boy
Carlos Reichenbach
Sílvio Francisco
Sabrina Marquesina
Margareth Delta
Paulo Moreira
Paulo Mander
Mário Lima (Amante)
Cláudia Tucci
Lurdes Vanucchi Ribas
Américo Camargo
Antoninho
Carli Clarestadi
Célia Soares
Lourdes Ribas
Talulah Marilyn
Ronald Bibe
Araken Saldanha (dublador da voz de José Mojica Marins)

Um homem completamente nu emerge do mar e caminha tranquilamente pelas ruas da cidade, causando espanto geral e interferindo de várias maneiras em episódios cotidianos, sempre em busca da justiça. Por acaso, evita o rapto de uma criança e a mãe da menina, em reconhecimento, leva-o para casa e lhe dá uma roupa, que ele mesmo escolhe dentre muitas – uma fantasia. Fantasiado, continua sua caminhada pelas ruas, chamando novamente sobre si a atenção de todos que o tomam como um novo Cristo. Assumindo o nome Finis Hominis (“O Fim do Homem” em latim), ele é tido pela população como um messias moderno, capaz de operar milagres.

 

 

Arrombada: Vou Mijar na Porra do Seu Túmulo (2007) 4SHARED

Uma garota (Ljana Carrion) é sequestrada por um traficante de drogas (Vinnie Bressan) a mando de um senador corrupto (Coffin Souza), que pretende realizar uma festa com a presença de um padre (PC) e um médico (Gurcius Gewdner) dementes, utilizando a garota como diversão.

Com direção e roteiro de Petter Baiestorf, da Canibal Filmes, veterana produtora independente de filmes bagaceiros, Arrombada – Vou Mijar na Porra do Seu Túmulo!!! é um média metragem que certamente tem um título sonoro e que chama a atenção, mas a história é apenas um clichê, dessa vez explorando violência sexual, sadismo e alguns elementos repulsivos inseridos intencionalmente para causar desconforto no espectador como coprofagia e necrofilia, além de uma dose de crítica social, principalmente denunciando os péssimos políticos que dirigem nosso país e os padres aproveitadores e falsos.

 

Vadias do Sexo Sangrento (2008) / Minhateca

Dirigido por: Petter Baiestorf

VADIAS DO SEXO SANGRENTO não pode ser acusado de propaganda enganosa: há sacanagem e violência em doses cavalares, embora os efeitos especiais sejam muito toscos para realmente chocar o espectador; assim, este acaba divertindo-se com os exageros (tipo tripas arrancadas pelo ânus). Baiestorf atenta ao bom gosto e aos bons costumes a cada segundo: entre masturbação (masculina e feminina), lesbianismo, estupro, necrofilia, uma garota mijando num cara (de verdade), linguagem chula, jatos de esperma e de sangue e nudez total (masculina e feminina), há um pouco de tudo para incomodar qualquer tipo de espectador, e a edição brilhante consegue condensar milagrosamente tamanha quantidade de barbaridades em meros trinta minutos!

esta-noite-encarnarei-no-teu-cadaver-1967-cartaz

ESTA NOITE ENCARNAREI NO TEU CADÁVER (1967)

MINHATECA

Direção: José Mojica Marins / Elenco: José Mojica Marins, Tina Wholers, Nadia Freitas, Antonio Fracari, José Lobo

Depois de se recuperar dos acontecimentos do filme anterior e ser inocentado pela Justiça, Josefel Zanatas ou "Zé do Caixão" tenta encontrar, num povoado onde é agente funerário, a donzela que lhe dará o filho perfeito, convencido de que a única forma de imortalidade é a do sangue e não a do espírito. Com a ajuda do fiel criado Bruno, rapta seis moças do lugarejo, e, enquanto a políciaas procura e o clero tenta apaziguar o povo enfurecido, ele faz o teste do medo: só uma donzela. Márcia, não se aterroriza ante o ataque de tarântulas no meio da noite. Será esta a escolhida? As outras serão entregues à volúpia do criado hediondo de Zé, ou colocadas num poço cheio de cascavéis. Uma das vítimas, Jandira, jura antes de morrer que reencarnará no cadáver do sádico. Este põe sua favorita em liberdade e sai em busca de outra donzela. Atrai a seu antro de horrores Laura, filha do Coronel, recém-chegada, e a mantém sob domínio místico. Com ela terá o seu filho. Durante a noite, Zé tem um pesadelo (cenas coloridas): a Morte leva-o a um cemitério, onde cadáveres saem das tumbas e o puxam para o Inferno. Corredores de gelo, onde homens e mulheres ensanguentados são permanentemente torturados por carrascos do rei das trevas, de quem Zé do Caixão identifica sua própria fisionomia. As suas vítimas aparecem, ameaçadoramente, e Zé acorda. Sua mulher não suportará o parto e sucumbe. Sua esperança de perpetuar seu ser se desvanece, e Zé do Caixão profere blasfêmias contra os homens e suas divindades, no momento em que o povo, revoltado, sai em seu encalço. Depois de escapar de um atentado, Zé penetra num pântano e morre diante dos perseguidores e das autoridades, quando os esqueletos de suas vítimas boiam à superfície. Estava cumprido o juramento da donzela que ele sacrificara.

 o-despertar-da-besta

Ritual de Sádicos / O Despertar da Besta (1969)

Uptobox SENHA: LeMMy / Minhateca

Direção – José Mojica Marins

Elenco:

Os voluntários:

Mário Lima

Ozualdo Candeias

Andréa Bryan

Lurdes Vanucchi Ribas

Programa de televisão

Sérgio Hingst - Dr. Sérgio

José Mojica Marins (como a si mesmo)

Carlos Reichenbach

Jairo Ferreira

João Callegaro

Maurice Capovilla

Walter C. Portella

Programa "A Hora da Verdade" (trechos de video-tape)

Consuelo Leandro...ela mesma (dublada, não creditada)

Adoniram Barbosa...ele mesmo (não creditado)

Outros

Annik Malvil

Graveto - (adúltero)

Ítala Nandi

José Mojica Marins (como Zé do Caixão)

Roney Wanderney

Um psicanalista (o cineasta Maurice Capovila) discute com um grupo de intelectuais (vividos por outros cineastas como Ozualdo Candeias e Carlos Reichenbach)  a influência das drogas nas atitudes das pessoas, o que incitaria a perversão, ao sadismo, a violência e outras falhas de caráter no usuário. 

Para esta análise, o psicanalista injetou LSD em seis voluntários e usou a imagem de Zé do Caixão como estimulante para descobrir a influência da sugestão no comportamento dos voluntários. 

Boa parte do filme mostra cenas aleatórias de comportamento fora do normal, apresentando diversos tipos de perversão, porém o melhor do filme é a discussão entre os intelectuais e a parte final quando as cobaias humanas interagem com o personagem Zé do Caixão.  

 

ENCARNAÇÃO DO DEMÔNIO (2008) / Minhateca

Dirigido por José Mojica Marins

ELENCO:

José Mojica Marins.... Josefel Zanatas/ Zé do Caixão

Jece Valadão.... Coronel Claudiomiro Pontes

Adriano Stuart.... Capitão Osvaldo Pontes

Milhem Cortaz.... padre Eugênio

Rui Resende.... Bruno

José Celso Martinez Corrêa.... O Mistificador

Cristina Aché.... Lucy Pontes

Helena Ignez.... Cabíria

Débora Muniz.... Lucrécia

Geanine Marques.... Morte

Giulio Lopes.... Mário

Eduardo Chagas.... Emiliano

Luís Melo.... Seu Américo

Raymond Castile.... Zé do Caixão jovem

Rubens Mello ......Servo

Após quarenta anos preso numa cela para doentes mentais, Zé do Caixão é finalmente libertado. Novamente em contato com as ruas, o sádico coveiro recebe ajuda do corcunda Bruno e de outros seguidores para cumprir a mesma meta que o levou preso: encontrar a mulher que possa lhe gerar um filho perfeito. Ele vai para um covil dentro de uma favela e entra em conflito com moradores e também com o violento Capitão de Polícia Osvaldo Pontes, odiado por invadir o local e executar crianças. Durante a chacina, o militar é atacado por Zé do Caixão mas sobrevive. Ao descrever o vilão para o irmão, o coronel Claudiomiro, este descobre que o antigo algoz que no passado lhe arrancara um olho e que pensava estar morto, voltou. Os irmãos militares, aliados ao vingativo padre Eugênio que acusa Zé do Caixão de ter matado o pai, tentam achar a criatura mas a população da favela em princípio se nega a colaborar com eles. Enquanto não é encontrado pelos inimigos, Zé do Caixão segue seu caminho pela cidade de São Paulo, deixando um rastro de horror e enfrentando leis não naturais e crendices populares.