Sites Grátis no Comunidades.net
Início

 

 

 

 

 

ATENÇAO 

 BAIXEM OS DOWNLOADS ANTES QUE DELETEM TUDO

 

 

 

 

 

 Resultado de imagem para samba em brasilia filme

Samba em Brasília (1960)

Um filme de Watson Macedo com Eliana, Heloísa Helena, Sérgio de Oliveira, Herval Rossano

Porta-bandeira de uma escola de samba, cujo sonho é melhorar de vida, começa a trabalhar como cozinheira para uma família de grã-finos e acredita na possibilidade de se infiltrar na alta sociedade.

 Imagem relacionada

Anal Integrity (2009)

Resultado de imagem para Big Butt Slutz 3

Jazz Duro's Big Butt Slutz 3 (2007) / DEPOSITFILES

Resultado de imagem para Vazou+as+Fodas+Proibidonas+do+Carnaval

Explicita - Vazou as Fodas Proibidonas do Carnaval / Partes 01 / 02

Bella

 Resultado de imagem para Peguei a Mãe e as Duas Filhas

Peguei a Mãe e as Duas Filhas (2009)

 Resultado de imagem para She's My Man and He's My Girl belinha porno

She's My Man and He's My Girl (2009)

 Resultado de imagem para Viva Rio de Janeiro belinha

Viva Rio de Janeiro

Talita Brandão / Bella

Resultado de imagem para Shemales From Hell belinha

Shemales From Hell

Belinha

 Resultado de imagem para Southern Exxxposure porno

Southern Exxxposure (2008)

Resultado de imagem para the bodyguard belinha baracho porno

THE BODYGUARD

Belinha Baracho

Resultado de imagem para porno hump the stump

HUMP THE STUMP

Belinha Baracho / Anita Ferrari

Resultado de imagem para Bi Pole Her 5

Bi Pole Her 5 (2009)

 Resultado de imagem para Belinha Baracho - Backdoor To Brazil

Belinha Baracho - Backdoor To Brazil

 XOXOTAOCULTA

Xoxota Oculta (2009)

Resultado de imagem para Belinha Baracho - Namorados

Belinha Baracho - Namorados / Depositfiles

Resultado de imagem para Belinha Baracho - Mom Is A Cheater 4 

Belinha Baracho - Mom Is A Cheater 4 / Minhateca

 Resultado de imagem para Latina Assploitation

Latina Assploitation (2008)

Pleno Prazer – Elas Phodem Muito

Elas Phodem Muito! (2010)

Resultado de imagem para Belinha Baracho - Creu 3

Belinha Baracho - Créu 3 / Depositfiles

Resultado de imagem para Belinha Baracho - Arab Street Hookers 5

Belinha Baracho - Arab Street Hookers 5 / Depositfiles

Resultado de imagem para Belinha - Depois do Baile, Vale Tudo

Belinha - Depois do Baile, Vale Tudo / Depositfiles

Belinha - Kid Bengala (Musa Babalu)

Resultado de imagem para Buttworx Carnaval 2009

BUTTWORX CARNAVAL 2009 / Partes 01 / 02 / DEPOSITFILES

Belinha, Talita Brandao, Alessandra Marques

Resultado de imagem para Belinha Human Toilet Bowls

Belinha Scene from Human Toilet Bowls / Minhateca

Resultado de imagem para Belinha Perfect! porno

Belinha Scene from Perfect!

Resultado de imagem para Belinha Baracho - 0ye L0ca

Belinha Baracho - Oye Loca / MINHATECA

Resultado de imagem para internal damnation 3 

Internal Damnation 3 (2009)

 

Revelações Anais 3

 Elenco: Larissa Mendes , Marcia Imperator , Bruna Ferraz , Carlos Bazuca , Amanda Benites e Big Macky

 Resultado de imagem para Brazilian+Backsides porno

Brazilian Backsides (2014)

Amanda
Cyane Lima
Larissa Mendes

Resultado de imagem para Sexy Beach Date porno

Sexy Beach Date (2007)

Resultado de imagem para a qualquer custo 2016 filme

A Qualquer Custo (2016)

Após o grande sucesso de Sicario, o roteirista Taylor Sheridan assina mais um filme com foco no deserto – mas dessa vez com um estilo western muito acentuado. Os irmãos texanos Toby (Chris Pine) e Tanner Howard (Ben Foster) unem-se para roubar pequenos bancos. Enquanto Tanner demonstra frequentes descontroles emocionais e é um criminoso com larga ficha policial, Toby é discreto. Os motivos para os assaltos, portanto, ressaltam as diferenças: o personagem de Foster busca curtir a vida em cassinos, enquanto o de Pine quer pagar a pensão para seus filhos e ter um mínimo de paz e decência. Além disso, a casa da família está prestes a ser tomada por um banco por conta de um empréstimo da matriarca, recém falecida. O dinheiro fácil é a única solução para ambos. Se o banco quer tirar a casa, do banco eles tiram o dinheiro.

O policial Marcus Hamilton (Jeff Bridges) trata de equilibrar a história a partir do momento em que investiga a dupla. Com várias piadas prontas e um sotaque extremamente carregado, Bridges parece extremamente à vontade em seu personagem, abalado diretamente por uma decisão dos irmãos. A química natural estabelecida pelo trio, evidente com o progresso da trama, surpreende a partir do momento em que concluímos que nenhuma cena conta com a presença dos três ao mesmo tempo. A divisão e construção dos diálogos aproxima o público de cada um dos personagens, buscando entender o contexto pessoal, e não apenas mais um caso de uma dupla de assaltantes. Bridges, com sua estrela de Texas Ranger, seria o típico xerife do século XIX, uma ótima sacada de Sheridan.

A sensibilidade de Mackenzie foi primordial. Hell or High Water merece todos os louros possíveis, já que é cada vez mais difícil conseguir reunir três atores de ponta em um projeto realmente bom, que não busca apenas o lucro. A resposta positiva do público pode ser o empurrão que faltava para o diretor finalmente comprovar que está na lista dos grandes realizadores de seu país.

Na Teia do Sexo (2006)

Resultado de imagem para 1001 noites buttworx 

1001 Noites (2010)

ABERTURA

Noiva Infiel 

Noiva Infiel (2006)

REVELAÇÕES ANAIS 3

Márcia Imperator / Amanda Benites / Larissa Mendes / Bruna Ferraz

Resultado de imagem para pamela panther monica lima pornoResultado de imagem para pamela panther monica lima porno

Geane Peron Fucks Monica Lima

 Resultado de imagem para casa das brasileirinhas monica lima

A Casa das Brasileirinhas: Mônica Lima

Chat ao vivo com a safada e foguenta Monica Lima

Assinante transa com Mônica Lima

Monica Lima goza várias vezes nos sexo com assinante

Monica Lima & Pamela Pantera

 pegando-as-tops-2

Pegando as Tops 2 (2016) / Minhateca

  • Scene 1. Monica Lima, Loupan
  • Scene 2. Nayra Mendes, Paulo Machy
  • Scene 3. Flavia Oliveira, Tony Tigrao
  • Scene 4. Alessandra Carvalho, Loupan

 Resultado de imagem para Boquete Monica limaResultado de imagem para Aninha Galzerano porno

Duelo de Boquete: Mônica Lima vs Aninha (2015)

 

 hu

Casal no Pau 3 (2015)

Carnated 2016

Alessandra Carvalho
Andre Garcia
Ariely Alvin
Bianca Holtz
Capoeira
Cristine Castellary
Ed Junior
Fabio Lavatti
Jina Morena
Loupan
Mila Spook
Monica Lima
Samira Ferraz
Tony Tigrao
Valeria Valencia
Yasmin Viana

 Resultado de imagem para Bang So Hard moniça lima

Bang So Hard (2015)

 Resultado de imagem para ben hur 2016

"Ben-Hur", de Timur Bekmambetov (2016)

É preciso ter muita coragem para fazer um remake. Quando o remake é de um clássico que passa todo Natal na televisão, aí fica mais impetuoso. É absolutamente inevitável não se comparar essa versão com a de Willian Wyler, e ainda mais, comparar a atuação antológica de Charlton Heston. Pois muito bem: o cineasta russo de mega blockbusters Timur Bekmambetov teve essa cara de pau de tomar rédeas de refilmar a história de Judah Ben-Hur, um judeu rico que acabou sendo traído e que por isso, foi escravizado por seu meio irmão Severus, que não é judeu. A sua mãe e sua irmã foram dadas como mortas e por 5 anos Ben-Hur jurou vingança, tendo como aliado Ilderim, um africano interpretado por Morgan Freeman. Pois bem, Freeman é o único Star do filme, pois os produtores, corajosos, apostaram em 2 desconhecidos para interpretarem Ben-Hur e Severus. Esses desconhecidos são respectivamente Jack Huston e Toby Kebbell, atores ingleses jovens e bonitos, como manda o figurino das produções direcionadas a um público jovem. Mas sendo sincero, a pergunta que todo mundo deve fazer quando vai assistir ao filme é: A cena da corrida de bigas ficou melhor que o original? Sim, a cena das bigas continua extremamente irresistível. E faz pensar como, nos anos 50, Willian Wyler foi capaz de dirigir uma sequência tão difícil sem a ajuda de efeitos especiais e computação gráfica. Torna o original ainda mais impressionante. O filme começa lento, sem muitas expectativas. Mas a partir da cena da batalha de barcos, o filme ganha fôlego e até o final, ganha ares de filme de aventura. Atualizado aos tempos de politicamente correto, o desfecho difere do original. Vivemos tempos onde o perdão se torna necessário, tanto religiosamente quanto politicamente falando. Rodrigo Santoro aparece em 4 brevíssimas cenas no papel de Jesus Cristo. Ele dá conta do recado, mesmo porquê, são momentos de tensão e angústia, uma vibe que Santoro curte bastante. Os 2 protagonistas seguram os papéis, mas se for comparar com os atores do original, estão muito aquém. Um ponto falho: a cena do reencontro de Ben-Hur com a mãe e irmã, que no filme de Willian Wyler era muito emocionante, aqui passa batido, focado simplesmente no ódio. Uma pena. Poderia ter sido um grande momento para os atores.

Tudo por Dinheiro (2016)

Resultado de imagem para 220 volts 2 explicita

220 Volts 2 (2004)

  • Scene 1. Luana Antonelli, Ygor
  • Scene 2. Erika Dallavechia, William Carioca
  • Scene 3. Milla Morena, Carlos Bazuca
  • Scene 4. Princyany, Carlos Bazuca

 Resultado de imagem para Black Male Pale Tail 2

Black Male Pale Tail 2 (2006)

 Gostosas Video - Historias Reais #2

Historias Reais 2 (2008)

  • Scene 1. Janaina Paes, Dhones Portella
  • Scene 2. Morgana Dark, Jay Brown
  • Scene 3. Bianca Rios, Capoeira
  • Scene 4. Rabech, Ed Junior

 Resultado de imagem para Morgana Dark rainha do lesbo

MORGANA DARK - A RAINHA LESBO

 Resultado de imagem para 4x4 morgana dark buttman

4 Por 4 (2011)

 Morgana Dark

Resultado de imagem para Morgana Dark Desejos E Delírios

Morgana Dark - Desejos E Delírios

Sexxxy - Como Rachar Uma Loira Ao Meio (Cena 01)

Como Rachar uma Loira ao Meio 2

Morgana Dark, Cris Bel

 clube das cinco

O Clube das Cinco

Morgana Dark / Gina Jolie

 Resultado de imagem para service animals 20 porno

Service Animals 20 (2005)

Resultado de imagem para Morgana Dark - Rocco's Dirty Dreams 7

Morgana Dark - Rocco's Dirty Dreams 7

O Clube dos Cornos 27

O Clube Dos Cornos 27 / Depositfiles

Luana / Tamiry Chiavari / Morgana Dark

Resultado de imagem para piranhas do Caribe hardsexy

Piranhas do Caribe (2007)

O Clube Das Depiladas

Elenco: Pitt Garcia , Suzana Rios , Morgana Dark , Babalu , Don Picone , Kid Bengala , Larissa Mendes, Suzana Scott , Big Macky , Cameron Brasil , Fernanda Franklin , Carlos Bazuca e Milly Amorin

Fast.Riders.jpg

Fast Riders (2007)

 Black.Dicks.Latin.Chicks.3.jpg

Black Dicks Latin Chicks 3 (2004)

 Fazendo.Sexo.Anal.com.Dois.Caras.jpg

Morgana Dark - Fazendo Sexo Anal com Dois Caras

Rio's Anal Revenge 1 (2007)

 Resultado de imagem para Crazy for Babes: Morgana Dark

Crazy for Babes: Morgana Dark (2008)

 Resultado de imagem para Latin Extreme morgana dark

Latin Extreme - Morgana DarkResultado de imagem para Pamela Butt clube prive

Clube Prive (2006)

Resultado de imagem para sabrina lins poolside feel porno

Poolside Feel (2010)

Imagem relacionadaResultado de imagem para Sabrina Lins - Chest Full Of Latinas

Sabrina Lins - Chest Full Of Latinas / Minhateca

 Resultado de imagem para Sabrina Lins - Chin Knockers Busty Latinas

Sabrina Lins - Chin Knockers: Busty Latinas

Sabrina_Lins_-_Carnaval_da_EXPLICITA.jpeg

Sabrina Lins - Carnaval da EXPLICITA

Uploaded 01 / 02

Sabrina Lins - Extasy Time / Uploaded / Bigfile / Minhateca

Resultado de imagem para There Is Nothing More Fun Than Masturbation 

Sabrina Lins - There Is Nothing More Fun Than Masturbation - Erotic Adventures

Tô Namorando Todo Mundo (2016)

Abertura / 01 / 02 / 03 / 04

Elenco: Erica Mattos , Loupan , Natany Lanza , Leticia Angel e Aline Rios

 Resultado de imagem para adultério a brasileira filme

Adultério à Brasileira - 1969

Longa-metragem reunindo três episódios – em A assinatura, um marido picareta tenta arrancar a assinatura da esposa para fechar um negócio. O telhado mostra as agruras de um operário que suspeita que sua mulher esteja saindo com um caminhoneiro. Em A receita, um funcionário público conta vantagens para os amigos enquanto a mulher sai com um estudante.

Com fotografia do mestre Hélio Silva, montagem de Glauco Mirko Laurelli e letreiros do animador Roberto Miller, Adultério à brasileira é um dos precursores da pornochanchada. Percorrendo ambientes sociais diferentes, Rovai investiga com sátira e graça uma das principais instituições burguesas – o adultério.

Resultado de imagem para O Homem da Máscara de Ferro hardsexy

O Homem da Máscara de Ferro (2008)

  • Scene 1. Talita Brandao, Kid Bengala
  • Scene 2. Marcellinha Moraes, Kid Bengala
  • Scene 3. Jeny, Kid Bengala
  • Scene 4. Jennifer, Kid Bengala

 Resultado de imagem para missão: matar 1972 filme

Missão: Matar! - 1972

Um filme de Alberto Pieralisi com Tarcisio Meira, Rogério Fróes, Rubens de Falco, Nádia Maria

 O inspetor José da Silva pratica esqui aquático no litoral carioca e avista um navio cargueiro. Nesse momento aparece um marujo no convés. Silva sente que essa fisionomia lhe é familiar. As suspeitas se confirmam: trata-se de Nácio Madeira Mendes, matador profissional que fez carreira no exterior e está de volta ao Brasil. Fôra contratado para assassinar um dos delegados à Convenção da OEA, a realizar-se no Rio, o argentino Dorcas. Depois de identificá-lo, Silva sai em sua perseguição. Mas o matador está habilmente disfarçado de médico e é hóspede do Hotel Serrador, de onde pretende liquidar Dorcas com um fuzil de mira telescópica, quando o argentino se dirigir ao monumento aos pracinhas juntamente com outros delegados. Enquanto a polícia vasculha a cidade, Silva tem um encontro inesperado com Mendes, que consegue escapar. Avisado da ameaça pela Interpol, Dorcas veste um colete de aço, mas o atentado é realizado e Mendes vai receber o dinheiro pelo crime, encomendado por um irmão gêmeo de Dorcas, para ficar com a fortuna deste. Ao chegar ao lugar marcado, Silva aparece e tem início vertiginosa perseguição em automóveis. Pulando fora de seu carro, Mendes deixa-o cair no abismo. A manobra não escapa a Silva, que corre atrás dele até à beira do precipício, onde se trava a luta final.

Resultado de imagem para as cariocas filme

As Cariocas - 1966

Primeira história (adaptação livre de "A grã-fina de Copacabana")

A infiel grã-fina Paula fica enciumada quando seu amante Téo, cirurgião plástico, compra um carro conversível exclusivo (um Simca Ventania ou Spyder) para a esposa. Imediatamente ela arma um plano para ganhar um carro igual, propondo ao playboy Cid que venda seu automóvel da mesma marca ao marido, Edu. Cid aceita pela chance de ter uma aventura com Paula mas Edu, sem ela saber, tem seus próprios planos para o carro.

Segunda história (adaptação livre de "A noiva do Catete")

É contada a rotina de Júlia, jovem mulher que não estuda nem trabalha e mora num apartamento que financiou com a ajuda do noivo José Luiz. Ela, contudo, mantém o homem afastado de lá alegando que uma parente veio morar com ela. Enquanto José vai morar numa pensão e adoeçe, Júlia recebe amantes que lhe dão dinheiro para pagar suas contas.

Terceira história (adaptação livre de "A desinibida de Grajaú")

Marlene Cardoso (caracterização que lembra Leila Diniz), modelo e atriz com pequenos papeis em cinema e televisão, ganha notoriedade ao ser eleita "Rainha da Praia" e receber um automóvel Simca como prêmio. Ela e sua amiga Tânia,a "garota samba de 1965", contudo, são vítimas de um tumulto quando lavavam o carro na Penha e Marlene é hostilizada por populares por usar roupas curtas em público e acaba presa pela polícia e seu carro é danificado. Os jornais abrem grandes manchetes dizendo que Marlene luta pelo "direito de usar pouca roupa" e acaba sendo assunto até do "Febeapa - Festival de Besteiras que Assolam o País", coluna do jornalista Stanislaw Ponte Preta. Marlene então é entrevistada no programa "Rio Verdade" da TV Globo - Canal 4, onde toda sua vida é mostrada em fotos e trechos de seus diferentes trabalhos como modelo (inclui um ensaio fotográfico no Museu Imperial de Petrópolis) e atriz da televisão e do cinema. Ao final, seu desabafo público contra as pessoas que a hostilizaram e quebraram seu automóvel.

Elenco:

Primeira História
  • Norma Bengell...Paula Ribeiro de Castro
  • John Herbert...Cid
  • Lilian Lemmertz
  • Walter Forster...Dr. Téofilo "Téo" de Carvalho
  • Célia Biar...Didi Carvalho
  • Newton Prado...Edu Ribeiro de Castro
  • Giedre Valeika
  • Guy Ditrigier
  • Célia Watanabe
  • Miguel di Pietro
  • Beth Barcellos
  • Francisco Sena
  • E. Hermany
  • Joel Ferreira
Segunda história
  • Jacqueline Myrna - Julia
  • Sérgio Hingst...Segundo amante
  • Vera Barreto Leite
  • Mário Benvenutti...primeiro amante
  • Francisco Di Franco (nos letreiros Francisco de Souza)...José Luiz
  • Ramires Orlando
  • José Amaral
  • José P. Moreira
Terceira História
  • Íris Bruzzi...Marlene Cardoso
  • Ivan De Souza
  • Esmeralda Barros...Tânia
  • Celso Guedes de Carvalho
  • Ruth de Souza
  • Zezé Macedo...participação especial como "Mulher Ciumenta" em "Paquera na Praia"
  • José Lewgoy...participação especial como "Bicheiro" em "Os contraventores"
  • Carlos Heitor Cony
  • Amilton Fernandes...aparição especial como "Capitão Maurício" em O Sheik de Agadir
  • Ankito...participação especial como "O Paquera" em "Paquera na Praia"
  • Sônia Clara

Resultado de imagem para as amorosas walter hugo khouri 

As Amorosas - 1968

Um filme de Walter Hugo Khouri com Jacqueline Myrna, Paulo José, Stenio Garcia, Júlia Lemmertz

Jovem estudante universitário vive em permanente estado de perplexidade e indecisão emocional, o que se reflete em todas as suas atitudes e tomadas de posição frente a vida. De fomação burguesa, vive quase na pobreza, morando em casa de amigos e arranjando dinheiro com pequenos serviços e com empréstimos conseguidos de sua irmã.

Resultado de imagem para até que o casamento nos separe filme 1968

Até que o Casamento nos Separe - 1968

Um filme de Flávio R. Tambellini com Mario Benvenutti, Ary Fontoura, Monique Lafond, Flávio R. Tambellini.

Depois de 16 anos casado, com dois filhos e esbanjador de uma vida cheia de luxo e riqueza, Danilo Ribeiro (Mário Benvenutti) fica cansado de viver à sombra de seu sogro milionário e de sua esposa Renata (Vera Barreto Leite). O ex-jurista começa a lembrar do quanto era sonhador e cheio de planos aos 16 anos e se vê em uma situação de conflito existencial, tendo em sua amante Denise (Anna Christie) a única forma de amenizar seu drama. Ao mesmo tempo em que sequer entende o que faz em seu trabalho como "genrocrata" e prefere largar tudo, não quer abrir mão de toda riqueza e conforto.

Resultado de imagem para bi pole her 4 talita porno 

Bi Pole Her 4 (2009)

 Resultado de imagem para 1 metro e meio de bunda 12

1 Metro e Meio de Bunda 12 (2009)

Resultado de imagem para Cidade Oculta 

Cidade Oculta - 1986

Dirigido por Chico Botelho

Elenco:

  • Arrigo Barnabé: Anjo
  • Carla Camurati: Shirley Sombra
  • Cláudio Mamberti: Ratão
  • Celso Saiki: Japa
  • Jô Soares: Riperti

 Anjo (Arrigo Barnabé), depois de cumprir 7 anos na cadeia, reencontra seu antigo comparsa, agora chefe de uma organização, e se vê às voltas com a estrela do submundo Shirley Sombra (Carla Camurati), além de arrumar inimizade com um policial corrupto (Cláudio Mamberti).

 Resultado de imagem para amante muito louca

Amante "Muito Louca"! - 1973

Dirigido por Denoy de Oliveira.

Elenco:

  • Tereza Raquel.... Brigite
  • Cláudio Corrêa e Castro.... Amâncio
  • Stepan Nercessian.... Júnior
  • Beatriz Veiga
  • Jô Soares
  • Marisa Sommer
  • Carvalhinho
  • Alcione Mazzeo

Conta a história de um gerente bancário, com uma esposa submissa e dois filhos adolescentes vagabundos. Ele possui um "fusca" e uma casa na praia, e também uma amantecompletamente maluca. O gerente entra em desespero quando, durante as férias na praia, a amante resolve ir atrás dele e acaba se envolvendo com seu filho.

 Resultado de imagem para amor maldito 1984

Amor Maldito - 1984

 "Amor Maldito" (1984), que outro dia o Canal Brasil nos fez o favor de exibir, se define pelo título: é uma investigação sobre o amor homossexual, quando o assunto no país ou constava das sonolentas enciclopédias em fascículos, ou era restrito ao gueto -- posto ao sabor da histeria e do recalque coletivo toda vez que debatido longe da esfera privada. Assim o filme deve ter sofrido tantas pressões que seu aspecto de anotação de costumes perde-se em oceano de considerações moralistas, tendenciosas, até irônicas; mas reveladoras de punitiva vigilância social.

Graças ao roteiro do escritor José Louzeiro, a diretora Adélia Sampaio emprestou à história um tom de crônica policial, narrando o caso entre a jovem executiva Fernanda Maia (Monique Lafond) e a ex-miss Suely Oliveira (Wilma Dias). Caso este que -- bem ao gosto da paranóia fatalista -- será coberto de traição e redundará, sem meio-termos, em rocambolesca tragédia.

Antes do fim, percebemos que as duas mulheres se conhecem naquele momento crucial da vida, aos vinte e poucos anos, na encruzilhada entre vencer ou sucumbir à rotina. Cortejada pela postura independente de Fernanda, Suely se entrega, e passa a viver com a namorada. Depois, o que teremos é um filme de tribunal: em cena absolutamente ridícula, Suely (quase gritando "Aiô, Silver!") pula pela janela e se suicida. Por conta da intempérie, Fernanda estará no banco dos réus, acusada de homicídio.

Acusada, porém, é um termo leve. Muito bem exposto pelo olhar teatral da diretora, a jovem mulher empreendedora é massacrada por um rococó moralista, com quase todo o elenco de apoio do cinema brasileiro dando um pulinho no tribunal e espezinhando a pobre moça. Para piorar, os dois advogados -- defesa e acusação -- também cumprem sua missão de paternalismo inquisidor, solapando a dignidade das partes em um julgamento que deve ter entrado na história da comarca.

No desfile daquelas sinistras "testemunhas" compartilhamos em flashback a vida do casal, que permeia sua relação de pequenas traições, sendo a mais notória com um jornalista (Mário Petraglia), pivô da tragédia. O que dá ao filme certo tom ainda mais absurdo é a diferença de caráter entre o imbecil personagem de Petraglia e a altivez da apaixonada Fernanda: difícil supôr que Suely -- por mais auto-destrutiva que fosse -- trocasse uma pelo outro. E, novamente, o que o ex-presidente Jânio Quadros chamaria de "forças ocultas" vêm à tona na peleja, para tentar comprovar a tese sensacionalista de que "mulher com mulher dá jacaré".

Dando ou não jacaré, o júri será conduzido em tom insano, com ares de Ratinho, até que Fernanda acabe absolvida. No subtexto a mensagem derradeira é o resultado do julgamento, com Fernanda escrevendo a lápis no túmulo de Suely um "só eu te amei" e os créditos encerrando.

Posta a idéia de o filme ser ruim, simplista, a favor de "Amor Maldito" muitas coisas merecem releitura, além da evidência de ter sido precariamente realizado em um Brasil ainda mais paroquial do que hoje, naquele início dos anos 1980. Salva-se, por exemplo, que a história foi baseada em fatos reais, acontecidos no bairro de Jacarépagua, no Rio; e que a película ganhou o título de pioneira por cercar o tema.

Curiosamente a atriz que faz a protagonista suicida, Wilma Dias, teria de fato morte trágica, sofrendo enfarte aos 37 anos. Mais conhecida pela participação na abertura do humorístico "Planeta dos Homens", destacam-se sua coragem e a de Monique Lafond, na pele de personagens tão frontalmente polêmicas e tão facilmente atacáveis pelos trouxas oportunistas.

Outro aspecto notável é que, nessas duas décadas, mudou a inserção de mulheres lésbicas e bissexuais na vida cotidiana, mas o cinema brasileiro não acompanha a evolução sobre o assunto. Por mais "modernos" que somos, a questão gay na nossa cinematografia é sempre vista de forma incidental ou transversa: uma personagem lésbica aqui, um beijo de meninos acolá. "Amor Maldito", ao seu modo, supera tudo isso.

Só não supera "Giselle", da Vidya Produções, ou o cinema da Boca -- que, anos antes, já abordava melhor a homossexualidade feminina em filmes como "Karina, Objeto do Prazer", "Ariella" e "Mulher Objeto". Nestes o moralismo que sufoca "Amor Maldito" é transviado por uma série de subversões divertidas, e o resultado permanece atual e inteligente.

Percebam que atingir uma universalidade ao falar daquilo que não é natural para alguns e soa tão natural para outros, implicará sempre em grande dose de visão progressista e libertária. Se queremos ser e não permitem que sejamos, precisamos vencer, a troco de desgaste. Mais angustiante que a experiência da angústia é nunca sentir angústia, colocou Heidegger. Enquanto a sociedade vigia, o indivíduo cria.

Riacho do Sangue - 1966

Dirigido por Fernando de Barros

Elenco:

  • Alberto Ruschel .... Ponciano
  • Maurício do Valle .... Floro Pereira
  • Gilda Medeiros .... Rita do Brejo
  • Turíbio Ruiz .... Divino
  • Jacqueline Myrna .... Branca
  • Ivan de Souza .... Quirino
  • José Pimentel .... Antonio Menino
  • José Carlos Cavalcanti Borges .... Coronel Pereira
  • Leonildo Martins .... Beato Primo
  • Ariosto Cantador
  • Hermes da Hora
  • Jaime Diniz
  • Paulo Ferreira
  • Plácido Galvão
  • Jackson Gonçalves
  • Herevaldo Holanda
  • Marilena Lima
  • Apolo Monteiro
  • Pedro Motta
  • José Policena
  • Rubens Rubinsky
  • Waineika Walther
  • Sergio Warnovsky
  • Olde Zonari

No vilarejo nordestino de Riacho do Sangue, um beato, com seus milagres, atrai a atenção de camponeses oprimidos pela seca e pela crueldade dos fazendeiros. Um tropeiro vem ajudar os camponeses contra as tropas do governo e de um coronel.

Imagem

As Mulheres Sempre Querem Mais (1974)

m jovem considerado o terror das mocinhas da região, inesperadamente, passa a sofrer de uma estranha fobia. Qualquer ruído durante a relação sexual resulta no fracasso de seu desempenho. As mulheres da cidade, sobretudo as que o conheceram intimamente, resolvem ajudá-lo a se libertar do trauma.

Diretor: Roberto Mauro

ELENCO

Sadi Cabral
Helen Carvalho
Valéria D'Ellia
Ivo da Mata
Maria Isabel de Lizandra
Ruthinéa de Moraes
Jacira Jacira
Leda Machado
Oasis Minniti
Arthur Miranda
Helena Ramos

Resultado de imagem para na senda do crime 1954 

Na Senda do Crime - 1954

Sérgio (Miro Cerni), um rapaz pobre, porém ambicioso e sem caráter. Com aspirações de se tornar milionário, acostumado que estava em freqüentar o ambiente rico e luxuoso de alguns parentes próximos, fica inconformado por ter que lutar honestamente para sobreviver, ao mesmo tempo em que busca uma oportunidade para se tornar rico de um momento para outro. A situação parece mudar quando o banco em que trabalha é assaltado e Sérgio identifica os ladrões, encontrando aí a oportunidade que buscava: logo se associa a eles, enquanto conhece Jurema e se apaixona por ela. Logo os dois estão planejando e executando assaltos.

Resultado de imagem para tabu 1982 filme

Tabu (1982)

Um encontro poético e imaginário entre o escritor modernista Oswald de Andrade e o compositor Lamartine Babo, entre suas poesias, músicas, carnaval e passeios pelo Rio, intercalados pelas cenas do filme "Tabu" (1930) e de antigos filmes pornográficos. Uma junção de três elementos: imagem, fala e música, que compõe a fictícia conversa entre os dois icônicos artistas.

Resultado de imagem para besame mucho filme

Besame Mucho (1987)

Direção: Francisco Ramalho Jr.

Elenco: Antônio Fagundes, Christiane Torloni, Giulia Gam, Glória Pires, José Wilker, Paulo Betti

O filme começa na época atual, com a crise das relações de dois casais: Xico (José Wilker) está se separando de Olga (Glória Pires) e Tuca (Antonio Fagundes) está enlouquecido, ameaçando Dina (Christiane Torloni) com uma faca. A partir daí, a história passa a ser narrada do final para o começo. Xico veio do interior para São Paulo e é escritor de sucesso, mas seus livros são escritos por sua esposa, que exilou-se em Paris em 1968 e criou reputação como socióloga. Tuca é amigo de Xico desde a infância, permaneceu no interior como homem de negócios realizado e se casou com Dina, que escolheu ser esposa e mãe. Mas ela tem a cabeça cheia de ensinamentos religiosos e, por isso, vive as mais loucas fantasias sexuais na tentativa de auto-conhecimento. As relações desses casais são mostradas como um retorno no tempo, com passagem por baile de debutantes, colégio de freiras, concurso de Miss Brasil, as lutas políticas de 1968, a revolução de 64, namoros nas noites interioranas de domingo, ejaculação precoce e tudo o que foi importante na vida dos personagens. Esse retorno mágico e realista no tempo descreve a amizade entre dois homens, nascidos na mesma cidade do interior, que viveram a alegria dos anos 60, o desencanto dos anos 70 e a queda dos anos 80. Um retorno que, no final, chega às causas que fizeram dos personagens o que eles são: o namoro com as duas garotas, ingênuas e simples, ao som da música que dá nome ao filme.

Resultado de imagem para Buttman's Beautiful Brazilian Ass 

Buttman's Beautiful Brazilian Ass (2008)

Partes 01 / 02 / 03

 Culos.Nacho.Vidals.Biggest.Asses.2011.jpg

Talita Brandao - Culos Nacho Vidals Biggest Asses 2011

 

Girlfriends.2009.jpg

Girlfriends

Talita Brandão

Resultado de imagem para buttman focused 3 

Buttman Focused 3 (2012)

Partes 01 / 02

Amy Brooke
Angel Vain
Anita Blue
Bella DellaMorte
Briella Bounce
Cheyenne Jewel
Franceska Jaimes
Jandi Lin
John Stagliano
Jynx Maze
Kara Price
Kelly Divine
Kristina Rose
Liza Del Sierra
London Keyes
Talita Brandao

Pura Perdicao

Pura Perdição (2008)

CarnavalDasOrgias_cena1

Carnaval das Orgias

Talita Brandão 01 / 02

Resultado de imagem para Saturday Night Latinas 3 porno talitaResultado de imagem para Saturday Night Latinas 3 porno nicole

Saturday Night Latinas 3 (2011)

Nicole Gaucha / Talita Brandao (Hot Like Fire)

Fuck IT Talita

 Rabos Gigantes

RABOS GIGANTES

 

 Resultado de imagem para Cheek Freaks 7

Cheek Freaks 7 (2009)

Tomando no Cu 2 (2008)

DVD-R Partes 01 / 02 / 03 / 04 / 05

Resultado de imagem para alô e a minha comissão 

ALÔ?! E A MINHA COMISSÃO? (1998)

Direção: Mara Mourão. Elenco: Betty Lago

 O primeiro filme da diretora Mara Mourão satiriza às últimas consequências o chamado “jeitinho brasileiro”. Fazendo um retrato bastante cáustico dos valores éticos que norteiam a vida de muitos brasileiros, o filme narra um dia na vida de quatro personagens que têm suas vidas interligadas por uma série de coincidências divertidas e acabam atrapalhando-se mutuamente, numa comédia de erros quase shakespereana. O roteiro, recheado de ótimos diálogos, e a trama hilária questionam a nossa flexível noção de honestidade, nossa idéia de ética um pouco abalada. Nenhum dos personagens é um grande corrupto, todos têm suas justificativas e acabam vivendo nesta tênue linha divisória entre o lícito e o ilícito.

Resultado de imagem para Bouncy Brazilian Bubble Butts 8

Bouncy Brazilian Bubble Butts 8 (2009)

PP2010PHD1_Regina.Rizzi

PHODEROSAS (Brazilian Babes, 2010)

Regina Rizzi / Marcellinha Moraes / Talita Brandão (Minhateca)

 Resultado de imagem para Buttman's Rio Extreme GirlsResultado de imagem para Buttman's Rio Extreme Girls

Buttman's Rio Extreme Girls (2010)

Behind the scenes

Resultado de imagem para o analista de taras deliciosas

Analista

O Analista de Taras Deliciosas (1984) / Minhateca

O Dr. Moss é avisado de que os novos clientes chegaram. O problema sexual dos visitantes é analisado. Um é apaixonado por estrelas de cinema, outro pretende ser herói do oeste americano, uma mulher tem paixão pelo sobrenatural, etc. Os analistas se desdobram para transformar os sonhos em realidade. comentários: Inspirado no seriado americano A ilha da fantasia.

Resultado de imagem para também somos irmãos filme 

Também Somos Irmãos - 1949

Um filme de José Carlos Burle com Vera Nunes, Grande Otelo, Aguinaldo Camargo, Ruth De Souza

Um viúvo cinquentão, que não pode ter filhos, adota quatro crianças: duas brancas e duas negras. Na infância tudo correu bem, mas com o correr do tempo as coisas foram se modificando. As limitações aos negros vão se acentuando e chegam a tal ponto que se transformam em verdadeiras humilhações. 

Resultado de imagem para suzana e o presidente 

Suzana e o Presidente - 1951

Um filme de Ruggero Jacobbi com Vera Nunes, Orlando Vilar, Arrelia, Jayme Barcellos

Suzana é uma moça que vai morar na Pensão Primavera de Dona Olga, exclusiva para moças. Ela decidiu sair do interior e ir morar em São Paulo depois de uma desilusão amorosa. Com ajuda das colegas de quarto, ela consegue um emprego em uma companhia de seguros, mas começa a sofrer o assédio de seu chefe, o Doutro Gratiliano. Ele se finge de um empregado comum e começa a namorar a moça, gerando diversas confusões na empresa.

Resultado de imagem para patriamada filme 

Patriamada - 1985

Um filme de Tizuka Yamasaki com Debora Bloch, Walmor Chagas, Buza Ferraz, Lilian Lemmertz

Durante as manifestações pedindo a volta do voto direto no Brasil, em 1984, um jornalista entrevista pessoas envolvidas com os acontecimentos políticos e tem um caso com um político. A ação é conduzida por três personagens principais: uma repórter petista de 20 anos, que tem o dilema de aceitar ou não o Colégio Eleitoral, após a constatação da impossibilidade das eleições diretas; um cineasta independente de 30 anos, que tenta criar a filha como pai solteiro e, ao mesmo tempo, fazer um filme sobre o Brasil; e um industrial poderoso de 50 anos, aparentemente liberal e progressista. Os três acabam envolvidos entre si de alguma forma, numa mistura de ficção e realidade, reportando-nos a um importante período da vida política brasileira.

Resultado de imagem para Na corda bamba (1957)

Na corda bamba (1957)

MEGA 01 / 02 / 03   Senha para descompactar: cinecult

Uma baronesa de um país cigano chama o afinador de pianos Arrelia que acha um valioso colar dentro do instrumento dela e distraidamente o coloca no pescoço enquanto trabalha. A empregada doméstica Sofia que trabalha para uma dupla de nobres ladrões estrangeiros do mesmo país da baronesa e que querem roubar o colar, avisa os comparsas, que imediatamente começam a perseguir e assustar Arrelia para pegarem a jóia. O colar acaba sendo achado por Trindade, sobrinho de criação que mora com Arrelia, que, sem saber, o dá de presente para uma sambista. A peça vai passando de mão em mão para desespero de Arrelia que tenta de todas as formas recuperá-lo e devolvê-lo à baronesa e se livrar dos ladrões que estão em seu encalço.

 Direção: Eurides Ramos

ELENCO
Arrelia...Arrelia Pacífico de Oliveira Sossegado
Zé Trindade...Zé Trindade
Ema d'Ávila...Baronesa Zaíra
Theresa Amayo... Luiza
Roberto Duval... Botazzo
Solange França... Carolina
Moacyr Deriquém...Walter
Wilson Grey...Inácio
Ferreira Leite... Padre Mateus
Íris Del Mar...Clara
Rodolfo Arena
Marilene Silva...Sofia

 Resultado de imagem para o bravo guerreiro 1968

O Bravo Guerreiro - 1968

Um filme de Gustavo Dahl com Paulo Cesar Pereio, Mário Lago, Ítalo Rossi, Maria Lucia Dahl.

Jovem deputado da oposição decide mudar para o partido da situação achando que só no poder conseguirá fazer alguma coisa pela causa pública. Um cabo eleitoral adverte-o que pelegos tentam tomar o sindicato tendo por motivo projeto de lei de sua autoria. O deputado vai à Assembléia Geral do sindicato e faz um discurso narrando a sua história política, concluindo que não é mais indicado para defender os sindicalizados. De volta ao lar, encosta o cano de um revólver no céu da boca.Este filme faz parte da segunda fase do Cinema Novo, movimento cinematografico brasileiro da década de 60.

 

Reformatório das Depravadas - 1978

A alemã Frau Gelli dirige um educandário destinado a moças pertencentes a famílias abastadas e que apresentaram problemas de comportamento social e desafio aos princípios estabelecidos. Para educar os jovens, Frau Gelli impõe uma disciplina férrea, no que é assistida por dois bedéis, Kranz e Hanz, indivíduos de maneiras abrutalhadas que se dedicam a castigar as meninas. A diretora pouco se importa com a educação cultural ministrada pelos professores Renina e Raul, moralmente fracos para desafiar a brutalidade a que as moças são submetidas. Estas servem-se do servente Girico para lhes obter homens na rua. As punições contra as jovens atingem níveis insuportáveis e muitas tentam fugir, sem sucesso, até que Solange, a mais revoltada das alunas, após ser muito castigada, planeja e mata Frau Gelli e os dois bedéis. A polícia é chamada e ela é presa. Suas colegas são afinal libertadas e o educandário é fechado.

df-babb19

Big Ass Brazilian Butts 19 (2015) / Minhateca

Melissa Pitanga, Victoria, Tainah, Christiane Fatally, Akemy, Melissa Winter

BRAZILIANSUMMER

Brazilian Summer Sluts (2016)

Angel Lima, Billy, Brad Montana, Carol Vilela, Catrinha, Ed Junior, Melissa Pitanga, Nanda Paiva, Paola Mel, Yara Rocha

 df-biasbrbu15

Big Ass Brazilian Butts 15 (2014)

Cleo Cadillac

 Resultado de imagem para Ass Jazz 7 porno

Ass Jazz 7 (2008)

 Resultado de imagem para She Males Fucking Girls Bareback 2

She Males Fucking Girls Bareback 2 (2009)

 

Abrindo a Rodinha (2010)

Melissa Pitanga - Tantalizing Curvy Booty

Imagem relacionada

Melissa Pitanga - Pura Fantasia 6

Resultado de imagem para wet booty brazil 5

WET BOOTY BRAZIL 5

Melissa Pitanga / Scene 02 / Scene 03 / Scene 04

 Resultado de imagem para Melissa+Pitanga+-+Turma+Do+SexoResultado de imagem para Melissa+Pitanga+-+Turma+Do+Sexo

A Deliciosa Melissa Pitanga Veio Fuder Muito na Turma (2012)

 Resultado de imagem para Come On Closer melissa pitanga

Come On Closer (2012)

Dama_cena1 

Dama (2007)

  • Scene 1. Silvia, Jay Brown
  • Scene 2. Alana Ferreira, Paulo Machy
  • Scene 3. Cristina Mayer, Dhones Portella
  • Scene 4. Melissa Pitanga, Alex Ferraz

DuplaInvasao5_cena1

Dupla Invasão 5 (2015)

 Resultado de imagem para encurrabadas porno

Encurrabadas (2016)

Alex Ferraz
Brad Montana
Melissa Pitanga
Pandhora
Rebecca Santos
Vinny

 Resultado de imagem para a festinha do pijama porno

A Festinha do Pijama (2007)

  • Scene 1. Natalia Lemos, Ygor
  • Scene 2. Melissa Pitanga, Roge
  • Scene 3. Karina Ferrari, Tony Tigrao
  • Scene 4. Tania Albuquerque, Paulo Machy
  • Scene 5. Rafaela Cristine, Diego Bazuca, Leo Passos

 Karina Waghorn

Garotas Tatuadas (2015)

 GatasEGatas3_cena1

Gatas e Gatas 3 (2015)

Anny BomBom, Ice Pink, Analine

Carol Castro e Bebel

 Resultado de imagem para In the Clouds melissa pitanga

In the Clouds (2014)

 Resultado de imagem para Jake Fucks Brazil 2

Jake Fucks Brazil 2 (2009)

Resultado de imagem para Phuck Girl 2 

Phuck Girl 2 (2009)

  • Scene 1. Carol, Nat Turnher
  • Scene 2. 2 girls, Justin Slayer, Nat Turnher
  • Scene 3. Melissa Pitanga, Justin Slayer
  • Scene 4. Fernanda Hot, Nat Turnher
  • Scene 5. Nathaly Bueno, Nat Turnher

Resultado de imagem para Rack Em Up melissa pitanga 

Rack Em Up (2007)

 

A Rainha da Minha Escola (2009)

  • Scene 1. Aline Franca, Melissa Pitanga, Sheyla Lemos, Thais Monteiro, Dhones Portella, Ygor

Resultado de imagem para terapeuta sexual as panteras

Terapeuta Sexual (2016)

 

Turbinadas (2013)

 

Smoking Hot Latinas 6 (Sem Conversa, 2012)

Melissa Pitanga - 100 Por Cento DP Nacional 3 (2010)

A Volta de Big Macky (2016)

  • Scene 1. Pamela Pantera, Big Macky
  • Scene 2. Melissa Pitanga, Big Macky
  • Scene 3. Deborah Blu, Emanuela Martins
  • Scene 4. Julia Almeida, Big Macky

 

Velozes e Foderosas (2014)

Cenas 01 / 02 / 03 / 04

Alana Freitas
Alessandra Fadyla
Angel Lima
Loupan
Melissa Pitanga

academia das maravilhas 2 

Academia das Maravilhas 2 (2015) /Minhateca

  • Scene 1. Bebel, Loupan
  • Scene 2. Juju Rangel, Tony Tigrao
  • Scene 3. Bia Marques, Melissa Pitanga
  • Scene 4. Ysys Martins, Kauan

 gtwx658x

Eu Vou Eu Vou Sentar Agora Eu Vou (2015)

Carol Vilela
Ed Junior
Laisa Gregory
Lola Mello
Loupan
Melissa Pitanga
Monica Lima

 Molhadas de Prazer 2

Molhadas de Prazer 2 (2014)

Cenas 01 / 02 / 03 / 04

Bia Marques
Ice Pink
Melissa Pitanga
Monique Lopes

Resultado de imagem para deusas do faraó as panteras 

Deusas do Faraó (2007)

Resultado de imagem para Melissa Pitanga asa das brasileirinhas

Melissa Pitanga and Tony Tigrão - 100% Anal Sex

 Resultado de imagem para all in Melissa Pitanga

All in Melissa (2014) / Depositfiles

Resultado de imagem para Diario Secreto de Melissa Pitanga

O Diário Secreto de Melissa Pitanga (2008)

 Resultado de imagem para tesão+na+adolescencia

Tesão na Adolescência (2006)

 

"Anal Camp Brazil" / Melissa Pitanga

Resultado de imagem para fire island melissa pitanga porno 

Fire Island (2008)

Melissa Pitanga

 Resultado de imagem para bruna ferraz filmes

Kid Bengala e Bruna Ferraz (2007)

Resultado de imagem para Karina Ferrari, Melissa Pitanga, Roge 

Time for Three Ways 2 (2009)

 

Matou a Família e Foi ao Cinema - 1991

Cinco histórias intercaladas, extraídas das manchetes policiais dos jornais. Um rapaz mata os pais e vai ao cinema. Uma mulher rica e entediada abandona o marido e se isola numa casa, onde satisfaz fantasias sexuais com outra mulher. Num barraco, um homem mata uma mulher por amor. Mais adiante, duas jovens suburbanas se amam, e a mãe de uma delas é assassinada por interferir na intimidade das duas. Um homem mata sua mulher porque ela reclama das dificuldades financeiras. Refilmagem da produção feita em 1969.

Elenco
Cláudia Raia .... Márcia
Louise Cardoso .... Renata
Alexandre Frota .... Bebeto
Maria Gladys .... mãe de Bebeto / mãe de Márcia / mãe no episódio final
Guará Rodrigues .... ladrão de roupas íntimas
Mariana de Moraes .... garota no episódio final
Ana Beatriz Nogueira .... esposa jovem
Júlio Braga .... marido
Pedro Aguinaga .... marido de Márcia
Sandro Solviatti .... pai de Bebeto

Imagem relacionadaImagem relacionadaImagem relacionada

A SUPER FÊMEA (1973)

Um laboratório de produtos farmacêuticos vai lançar no Brasil a pílula anticoncepcional para homens.  Para a publicidade do lançamento, contrata os serviços de uma agência de propaganda, que começa a fazer uma pesquisa de opinião entre os consumidores em potencial.

A pesquisa revela que 83% dos homens consultados temem tomar a pílula, com receio de que o produto possa diminuir sua virilidade.  Na verdade, nada há a temer, demonstra o laboratório, uma vez que, administrada experimentalmente em animais machos, a pílula nada revelou de nocivo à potência.

Mas como induzir o público a aceitar o produto?  A agência de propaganda recorre então às luzes de seu melhor redator, capaz de dar a melhor solução aos problemas mais difíceis.  O gênio tem a solução na ponta da língua.

O homem que se pretende atingir, o brasileiro, apoia-se em três mitos fundamentais: a mulher, o jogo e o café.  E é a partir desses estimulantes que uma campanha publicitária - com base no lançamento de uma mulher-mito, A SUPER FÊMEA - atinge seus objetivos.

Nicole Puzzi in Ariella Nicole Puzzi in Ariella Nicole Puzzi in Ariella Nicole Puzzi in Ariella

Ariella (1980)

John Herbert faleceu em 26 de janeiro de 2011 e poucos sabem que além da pinta de galã – docinho de coco, o genro ideal em “Alô Doçura” na TV Tupi –, foi diretor de cinema. Mais do que isto: dirigiu “Ariella” (1980), o noir exploitation em que Nicole Puzzi aparece com todas as suas plumas.

Baleado por uma pneumonia, Herbert perde a vaga na equipe de natação para as Olimpíadas de Londres, 1948. Repete a trajetória do Cinema Novo – David Neves, Arnaldo Jabor, Carlos Diegues – e frequenta a faculdade de Direito. As semelhanças terminam aí. Depois disto, ficam só os extremos.

Herbert encara o show business, vai parar na Vera Cruz (“Floradas na Serra”, 1954), na Atlântida (“Matar ou Correr”, 1954) e, noves fora, dribla o estigma da carcaça física em pelo menos uma atuação consagradora: “O Caso dos Irmãos Naves” (1967), de Luiz Sérgio Person.

Em 1980, nas vésperas da guinada para o pornô na Boca do Lixo, aceita o convite de Pedro Carlos Rovái, dono da Sincrocine. Adapta uma novela de Cassandra Rios. Sim, Cassandra Rios. A fancha, autora dos milhares de pulp fictions vendidos com paixão na alta ditadura. Publica os capítulos de “Eu Sou uma Lésbica” na revista “Status”, degenerada como convinha a toda cunilíngue, delinquente máxima.

Para quem ainda não viu “Ariella” – monumento da adolescência de muita gente –, é preciso que se se diga que Herbert tentou ser audacioso, no bem e no mal. Colocou um rápido nu masculino, homens puxando ferro, malhando, derrières roliços que só, um homoerotismo indisfarçado.

Fez vistas grossas à tática de usar cenas com dublês. É assim que Christiane Torloni (Mercedes) passa pelo constrangimento de acharem que são seus os dedos que tateiam, digamos, determinadas instâncias de Nicole Puzzi (Ariella).

Cassandra participa no roteiro. Vai mal das pernas, com transições forçadas. Basta o advogado inescrupuloso – sempre há um, podem reparar – conferir o setor calipígico de Ariella para que a menina desabroche.

Vira fêmea, passa batom, deixa de ser a tímida que caminhava por cemitérios e curtia umas tendências incestuosas com o irmão (Alfonso, Herson Capri), atordoada pela culpa.

Interessante o relacionamento competitivo de Ariella com a mãe (Helena, Laura Cardoso). Beleza, velhice, egoísmo. A vinheta costuma funcionar e poderia ter sido melhor explorada, não fosse a vontade – grande às pampas – de fazer de Ariella um anjo vingador, usando o sexo para destruir as maldições familiares.

Descobre que está sendo enganada. O pai (Rodrigo, Sérgio Hingst) não é pai de fato. E, consequentemente, nem a mãe, nem os irmãos – além de Diogo, Clécio (Denis Derkian). Estranho que a bomba de uma vida inteira tenha sido percebida no bate-papo de Diogo com Clécio. Até os empregados conheciam a história. Sórdido, sórdido mundo este em que Ariella se isolava.

E se isolava como Onan, o bárbaro. Tocando-se sozinha, escrevendo um diário, beijando o espelho, acariciando um indefeso boneco do Snoopy. Na fase liberta, soltinha, tem o convescote com Mercedes, namorada de Diogo. Namorada por namorada, Clécio arranja uma de prestígio: Lúcia Buxy, antigo nome artístico de Lúcia Veríssimo, a Jeitosa do filme de Nello Rossi (1984), em que Herbert participa como ator.

Mercedes e Ariella vivem momentos de propaganda sáfica de margarina: beijos, chuva, um campo repleto de flores amarelas. Poderia ser a folhinha de março de um calendário, desses que as mães gostavam de ter na parede da cozinha. Ao invés de um casal de pulôver e gola alta, duas moças em êxtase, saudáveis e catitas. Como Giselle (Alba Valéria) e a colega guerrilheira (Monique Lafond) na favela da Maré, em momento do cult “Giselle” (1980), de Carlo Mossy.

Aliás, Mercedes fala um dos mais bonitos “eu te amo, porra” do cinema brasileiro. Grande provérbio, dito de passagem, com a graciosidade de ser natural escondendo alguma afetação. As garotas convocam Diogo (Herbert) – o advogado estuprador –, que havia sofrido um golpe da família de Ariella. Nada pessoal, nada de proteger a menina contra o agressor, uma emboscada de negócios. Mordido, Diogo jura contra-atacar, aceita a proposta e firmam um pacto.

O resto de psicologismo aparece nos últimos lances. Mãe e filha se estranhando. Pai – paralítico – assediado e encurralado na fúria hormonal de Ariella. O vulto da garota queimando o diário, andando pela mansão como fantasma vitorioso enquanto sobem os créditos e ficamos sem saber do seu destino.

Escorado pelo sucesso do filme – em que o assistente de direção foi John Herbert Buckup Jr., seu filho –, Herbert volta a Cassandra Rios com “Tessa, a Gata” (1982). Novamente Puzzi, desta vez com Patrícia Scalvi. Fotografia de Carlos Reichenbach, que repetiria a dose em outro longa de John, “Primeiro de Abril” (1984).

No fumacê sombrio e algo luxuoso, “Ariella” transpira uma clima de telefone branco – vertente clássica do cinema, com escadarias, palacetes, vestidos vaporosos. Geralmente usado em comédias leves, é curioso como o molde retorna aqui pelo aspecto da cenografia ricaça. Provavelmente alguma superstição de quem realizou o filme, um amuleto com o passado, já que os telefones brancos eram praxe nos idos dos anos 40. Misture-se uma pitada de drama da Metro, pouca luz, escuridão, a ninfa em estado de graça e cá estamos nós no patropi, como sempre, miscigenando o cânone.

 Resultado de imagem para filhos e amantes 1981

Lúcia Veríssimo in Filhos e Amantes Lúcia Veríssimo in Filhos e Amantes Lúcia Veríssimo in Filhos e Amantes Lúcia Veríssimo in Filhos e Amantes Lúcia Veríssimo in Filhos e AmantesLúcia Veríssimo in Filhos e Amantes Lúcia Veríssimo in Filhos e Amantes Lúcia Veríssimo in Filhos e Amantes Lúcia Veríssimo in Filhos e Amantes Lúcia Veríssimo in Filhos e AmantesLúcia Veríssimo in Filhos e Amantes Lúcia Veríssimo in Filhos e Amantes Lúcia Veríssimo in Filhos e Amantes Lúcia Veríssimo in Filhos e Amantes Lúcia Veríssimo in Filhos e AmantesNicole Puzzi in Filhos e Amantes Nicole Puzzi in Filhos e Amantes Nicole Puzzi in Filhos e Amantes Nicole Puzzi in Filhos e AmantesNicole Puzzi in Filhos e Amantes Nicole Puzzi in Filhos e Amantes Nicole Puzzi in Filhos e Amantes Nicole Puzzi in Filhos e Amantes

Filhos e Amantes (1981)

Praticamente um quarto de século nos separam agora de “Filhos e Amantes” (1981), pequena pérola de sensibilidade e simplicidade que o cinema brasileiro produziu naquele distante ano. Falando sobre a geração nascida entre 1960-1965, o filme defende a tese de que aquela era uma geração sem rumos ou ideais – e perdida em um hedonismo “sexo, drogas e rock n' roll” superficial e sufocante.

Dirigido pelo hoje mega produtor Francisco Ramalho Jr., “Filhos e Amantes” é imitação tardia de um tipo de filme muito em moda nos Eua e na Europa no final dos anos 60, de classificação ainda não definida, mas que se caracterizava por mostrar jovens em férias “descobrindo a vida”. Bom exemplo deste tipo de narrativa é o (então) polêmico, por sua cena de estupro, “The Last Summer” (1969). Outro, também famoso, o acridoce “Summer of 42”, bastante conhecido no Brasil pela trilha-sonora de Michel Legrand.

Em “Filhos e Amantes”, título surrupiado de D. H. Lawrence, não há nenhum verão, mas um inverno rigoroso passado por jovens paulistanos em uma casa de campo em Itatiaia, região sul do estado do Rio. Lá, Silvia (Lúcia Veríssimo) e Roberto (André de Biasi) chegam para visitar Marta (Denise Dummont) e Bebel (Nicole Puzzi).

As duas haviam se mudado para a casa buscando uma forma de vida hippie-alternativa, que em 1981 talvez já soasse um tanto anacrônica. Bebel é a verdadeira misantropa, enquanto Marta parece apenas deslumbrada com a vida no campo. Desta tênue diferença de personalidade entre as duas, o filme ergue-se e desenrola-se.

Silvia e Roberto são amigos de Marta. Bebel não gosta da presença deles em seu refúgio. Gosta menos ainda quando chegam Dinho (Hugo DellaSanta), ex-namorado de Marta, e a histérica Carminha (Rosina Malbouisson), sua nova namorada. Os seis são jovens, lindos, mas não se entendem. Bebel tem um ciúme doentio de Marta e esta ainda parece interessada em Dinho; Roberto e Silvia brigam e Silvia quer Dinho; Marta acaba nos braços de Dinho. Ou seja, todos ficam com todos e nem por isso deixam de se azucrinar mutuamente.

Apesar deste aparente inferno existencial, as cenas de amor são belíssimas, igualmente as tomadas de Itatiaia, local paradisíaco no meio do caminho entre Rio e São Paulo. Francisco Ramalho filma com capricho artesanal, o que faz o filme ter uma atmosfera idílica, de sonho bom. Não há sexo, o erotismo é suave e existe muita coisa a se aprender na questão de “quão suave é possível o erotismo ser”, pois aqui ele é praticamente uma pluma diáfana.

André de Biasi e Hugo Dellasanta, os rapazes, são incrivelmente parecidos com os personagens de “The Last Summer”, o que fornece a conclusão óbvia de que o filme foi inspirado no similar ao norte do Equador. Mas não importa, porque em quase todas as vezes em que o cinema brasileiro criou este tipo de pastiche, ele fez melhor.

É o caso aqui. A construção das personalidades não segue o esquema maniqueísta dos filmes americanos: Dinho é um salafrário, mas temos simpatia por ele na medida em que se humaniza no relacionamento com as moças. Roberto é o herói e antagonista de Dinho, mas em certo momento é tão impossível gostar dele que simplesmente torcemos para que apareça menos. Isso é uma das coisas que fazia do cinema brasileiro genial: a não busca pela saída fácil, pela conclusão digerida que facilite a vida do espectador preguiçoso.

No fundo do poço, os seis jovens em ebulição encontram Cláudio (Walmor Chagas), escritor com câncer terminal, que vive com sua namorada Ruth (Reneé de Vielmond), esperando a morte na casa ao lado. Cria-se então o contraste entre “os jovens que não sabiam dar valor à vida que tinham” versus “o adulto que ama a vida mas está condenado a desaparecer”.

Dinho se droga, quase mata a namorada Carminha em uma overdose. Carminha, posteriormente, tenta o suicídio nas pedras de Itatiaia, a poucos metros da locação onde Walter Hugo Khouri criou em seus filmes a mística do “trono de pedra”, o local da infância de Marcelo. Silvia adquire então consciência plena dos fatos que a cercam e grita para Carminha, em cena magistral: “Tem um homem aqui perto que quer viver e não pode. Você pode viver e não quer”.

O fim simbólico, com o epílogo de Sílvia tendo um filho ao mesmo tempo em que Cláudio, o escritor, morre, é igualmente antológico. Dá vontade de não acordar nunca e morar eternamente com eles naquele lugar, nas suas idas e vindas. Mas nós, em pleno futuro, apenas os vemos como se conhecêssemos os segredos de uma civilização distante e delicada, que não mais nos pertence.


 

Viviane Castro - Sexy Clube

Resultado de imagem para bonitinha mas ordinária 

BONITINHA, MAS ORDINÁRIA (2013) 

Filme de Moacyr Góes mostra história de rapaz que recebe proposta para se casar com uma mulher rica que fora estuprada

Na terceira adaptação para o cinema de "Bonitinha, Mas Ordinária", o texto e as situações chegam à tela praticamente intactos, bastante fiéis aos originais, embora a trama se situe no tempo presente.

Ainda assim, o filme não parece com nada daquilo que chamaríamos de uma obra rodrigueana. Isso tem muito a ver com uma espécie de higienização pela qual optou o diretor Moacyr Góes ("O Homem que Desafiou o Diabo"), tornando tudo tão asséptico e arrumadinho que nem as luzes do cabelo de Maria Cecília (Letícia Colin) saem do lugar enquanto é abusada por diversos homens. Nem uma gota de suor escorrendo, apesar de um visível rigor técnico na produção.

Não se procura um registro rodrigueano, visceral, como se vê nas duas versões cinematográficas anteriores, de 1963 e 1981, com Lia Rossi e Lucélia Santos, respectivamente, no papel-título. A personagem aqui cabe à estreante Letícia Colin, que, em alguns momentos, parece saída direto de um capítulo de "Malhação".

Por outro lado, os dois protagonistas masculinos, vividos por João Miguel e Leon Góes, entram exatamente naquele desespero à flor da pele típico dos personagens de Nelson Rodrigues.

João é Edgar, ex-office boy que subiu de cargo numa construtora, mas ainda "não é ninguém", e recebe uma proposta de Peixoto (Leon): casar-se com uma moça rica que "sofreu um acidente, como um acidente de carro", nas palavras do pai dela, dr. Wernek (Gracindo Júnior), o dono da empresa. A verdade é que Maria Cecília foi estuprada quando participava de um baile funk numa favela carioca.

A peça - cujo nome completo é "Otto Lara Resende ou Bonitinha, Mas Ordinária" - foi originalmente montada em 1952. No contexto da época, fazia mais sentido um pai desesperado por casar a filha que não é mais virgem.

Na atualização contemporânea da história, esse detalhe soa um tanto forçado. Mas o que realmente faz falta quando se passa a trama para os dias atuais é o momento político. No começo dos anos de 1960, o mundo vivia o auge da Guerra Fria, a Crise dos Mísseis de Cuba. Por isso, durante uma festa regada a bebida e sexo, o dr. Werneck diz: "Eu posso tudo, o mundo vai acabar mesmo". Mas a frase não tem, hoje, o mesmo sentido.

É essa atitude de descaso e egoísmo da burguesia que Nelson escancara em sua obra, mostrando a podridão - o termo não é exagero - da classe dominante. É interessante ver como um país materializa em sua produção artística a tensão geopolítica de um tempo. E agora, qual a tensão? Não se encontra um equivalente, ao menos, no filme.

Moacyr Góes é diretor de teatro que migrou para o cinema, transitando entre os mais diversos gêneros, desde o infantil, "Xuxinha e Guto contra os Monstros do Espaço", passando por filmes religiosos do padre Marcelo, até dramas, como "Dom", uma equivocada atualização de "Dom Casmurro", de Machado de Assis.

A verdade é que, finalmente, em "Bonitinha, Mas Ordinária", ele pareceria pisar num terreno mais seguro, do qual em tese tem mais domínio do que no cinema. Mesmo longe de ser um grande filme, nas circunstâncias, é o mais bem resolvido da obra cinematográfica de Góes.

João Miguel foi premiado no Cine-PE, no começo de maio, como melhor ator, mas o prêmio merecia ser dividido por Leon Góes, que faz de Peixoto um sujeito insuportável, sem escrúpulos, consumido pela podridão que começa a emergir na família de Maria Cecília, de quem é cunhado.

Já Leandra Leal é Ritinha, vizinha de Edgar, professora que se prostitui para pagar as contas de casa, onde moram três irmãs adolescentes e sua mãe (Ângela Leal), que perdeu a razão depois de ser acusada de roubo.

É quase irresistível não comparar essa adaptação com a versão de 1980, dirigida por Braz Chediak, que trazia, além de Lucélia, José Wilker e Vera Fischer, nos papéis centrais. Aquela era uma leitura num tom bem mais próximo do universo do dramaturgo, que classifica essa peça como "uma tragédia carioca".

Aqui, esse tom de tragédia carioca se faz presente em poucos momentos - na cena inicial no bar ou numa outra num cemitério. Quando isso acontece é que vemos a força de Nelson Rodrigues.

 Resultado de imagem para a gosto do freguês filme porno

A Gosto Do Freguês (1984) / Depositfiles

Filme em 3 episódios. No primeiro, "Serviço Completo" mostra as aventuras de um grupo de massagistas. O segundo, "Swing", mostra um mulherengo que quer ter relações sexuais com as esposas de outros homens, mas que não está disposto a compartilhar sua própria esposa. No último, "O Vendedor de Beleza", um belo vendedor de maquiagem porta-a-porta seduz sua clientela.

 Resultado de imagem para a menina do sexo diabólico

A Menina do Sexo Diabólico - 1987 / Depositfiles

PARTES 01 / 02

Uma adolescente que passa férias no Sítio de seus tios para esquecer uma desilusão amorosa acaba se apaixonando por seu primo. No entanto, a moça é estuprada por tres rapazes que, para não deixarem pistas, decidem matá-la.

 

América do Sexo - 1969

''Colagem'', ''Balanço'', ''Bandeira Zero'' e ''Sexta-Feira da Paixão, Sábado de Aleluia'' são os quatro segmentos que compõem este drama alegórico e de protesto. A encenação improvisada se propõe a ilustrar o processo de comunicação entre as pessoas. Alude à época em que foi realizado o momento mais negro da ditadura militar, logo após o AI-5, em que vigorava feroz censura no país.

1º episódio: “Colagem”
Direção e montagem: Luiz Rosemberg Filho
Elenco: Ítala Nandi, Echio Reis, José Celso Martinez Corrêa, Samuca, Rubens Maia

2º episódio: “Balanço”
Direção: Flávio Moreira da Costa. Elenco: Ítala Nandi, André Faria, Maria Pompeu, Renato Borghi

3º episódio: “Bandeira zero”
Direção: Rubens Maia
Elenco: Ítala Nandi, Nildo Parente

4º episódio: “Sexta-Feira da Paixão, Sábado de Aleluia”
Direção: Leon Hirzsman
Elenco: Ítala Nandi, Luiz Carlos Saldanha

 

A Bela Palomera - 1989

Orestes é o rico dono de uma fábrica de cachaça em Paraty, a sua autoridade não se discute. Tem amores ocasionais, encontros furtivos que não deixam rastros nele, pois só busca a satisfação dos seus impulsos carnais, mas um dia conhece Fúlvia, a bela palomera, e sua vida muda radicalmente. Baseado na obra de Gabriel García Márquez.

Image 

FORÇA AÉREA UM (720P/DUBLADO) – 1997

Ao visitar a Rússia, o presidente americano (Harrison Ford) faz um pronunciamento de nunca ceder às exigências de terroristas. No discurso, ele criticou o comportamento de seu país que, em virtude da burocracia e da diplomacia, assistiu passivamente um ditador do Cazaquistão explorar e matar o próprio povo, tendo posteriormente este mesmo ditador sendo preso com a ajuda dos Estados Unidos. Quando o presidente volta para casa em companhia de sua família, alguns partidários do ditador assumem o controle do avião presidencial e exigem a libertação do líder deles. Caso contrário, matarão a mulher e a filha do presidente, que fica em um terrível dilema, pois se ceder e negociar com os terroristas negará aquilo que pregou, enquanto se decidir não negociar poderá ver sua família ser assassinada.

Image

OS INVASORES DE CORPOS – A INVASÃO CONTINUA (720P/DUBLADO) – 1993

 Jovem e sua família se mudam para uma base militar, que será local de trabalho para o patriarca durante alguns meses. Depois de suspeitar de estranhos comportamentos, ela descobre que alienígenas vêm trocando pessoas por cópias perfeitas e sem sentimento enquanto preparam uma invasão.

 Resultado de imagem para risco maximo

Risco máximo (1996) Dublado

 As investigações de Alain Moreau (Van Damme) sobre a morte de seu irmão gêmeo o levam das belas paisagens do sul da França às sombrias ruas de Nova York e aos braços da belíssima namorada do irmão (Henstridge). Perseguido pela implacável máfia russa e agentes renegados do FBI, a dupla corre contra o tempo para solucionar a morte do irmão e trazer à tona uma conspiração internacional.

Introduction - Fantasias de Mulher Casada 3

Fantasias de Mulher Casada 3 (2006)

 Resultado de imagem para Mirella Mansur Thick Ass

Thick Ass (2016)

 Resultado de imagem para Mirella Mansur um Furacao Loiro porno

A Primeira Vez de Mirella Mansur um Furacão Loiro - Câmera 2 (2016)

 Resultado de imagem para Mirella Mansur turma do sexo

A Primeira Vez de Mirella Mansur um Furacao Loiro (2016)

Imagem relacionada

Clara Aguilar e Emme White 2016 na Webcam - Pornolandia

 

Resultado de imagem para Emme White - Do Que As Atrizes Gostam porno

Emme White - Do Que As Atrizes Gostam

 Resultado de imagem para felação premiada angel lima fabiane thompson

Felação Premiada (2016)

Tatuagem e Sacanagem (2016)

  • Scene 1. Angel Lima, Falcon
  • Scene 2. Elisa Sanches, Big Macky
  • Scene 3. Aline Rios, Isabella Martins
  • Scene 4. Syang Angel, Big Macky

 

 

Suzi adora fazer boquete!

 olim-piadas-da-sacanagem

Olímpiadas da Sacanagem (2016) / Depositfiles

  • Scene 1. Karen Havary, Loupan
  • Scene 2. Mary Luthay, Rebecca Santos
  • Scene 3. Bella Blu, Deborah Blu, Tony Tigrao
  • Scene 4. Babi Ventura, Emanuela Martins, Paulo Machy

 despedida-de-solteiro

Despedida de Solteiro (2016) / Depositfiles

 contos-eroticos-2016

Contos Eróticos 2016 / Depositfiles

  • Scene 1. Babi Ventura, Tony Tigrao
  • Scene 2. Flavia Oliveira, Falcon
  • Scene 3. Flavia Oliveira, Pamela Pantera
  • Scene 4. Pamela Pantera, Yara Rocha, Falcon

Casa das Brasileirinhas: Temporada 11 (2016)

Cenas 01 / 02 / 03 / 04

Elenco: Kid Bengala , Penelope Mendes , Britney Bitch , Rafa Zaqui e Babi Ventura

Brasileirinhas - Samba Pornô (Cena 01)

Samba Pornô (2016) / Depositfiles

  • Scene 1. Deborah Blu, Juliana Ramos, Higor Black, Loupan
  • Scene 2. Adriana Pocahontas, Mary Luthay, Big Macky, Loupan

samba-porno-2

Samba Pornô 2 (2016) / Depositfiles

  • Scene 1. Andrea, Kesia, Alex Junior, Kid Bengala, Loupan, Tony Tigrao
  • Scene 2. Babi Ventura, Elisa Sanches, Fernandinha Fernandez, Big Macky, Falcon, Loupan

Novinhas Vingadoras (2016) / Depositfiles

Abertura

Resultado de imagem para Sexo às Avessas (1982) 

Sexo às Avessas (1982)

Heleno e Cláudia invertem na vida real os papéis tradicionalmente reservados ao homem e a mulher: Ele se dedica às tarefas domésticas, sente-se objeto sexual e, no clube, defende os direitos dos homens; ela é uma executiva algo cafajeste, que não pode ver um rapaz sem pensar em nova aventura. A vida dos dois é abalada pelo flagrante de adultério entre Cláudia e Almir, amigo de Heleno, que se prostitui depois de abandonado com o filho pela mulher. Uma doméstica pernóstica e uma sogra masculinizada atormentam ainda mais Heleno.

 Direção: Fauzi Mansur

 ELENCO
Alan Fontaine
Ana Maria Kreisler
Arlindo Barreto
Aryadne de Lima
Ênio Gonçalves
Kleber Afonso
Lola Brah
Serafim Gonzalez
Wilza Carla

Imagem relacionada

As Safadas (1982)

Um filme dividido em três episódios, cada um dirigido por um dos três amigos Inácio, Carlão e Antônio. São personagens principais femininos, em contos sobre o amor, o sexo, os prazeres... a mulher.

Episódio: A Rainha do Fliperama - Escrito e roteirizado por Carlos Reichenbach, um dos ícones do cinema erótico nacional, esse conto narra a história de Reginéia (Zilda Mayo), uma ex-moradora da periferia paulista que ganha a vida jogando fliperama valendo dinheiro, além de ser explorada pelo amante, um cafajeste de primeira. Um dia, Reginéia recebe a visita de um namorado de infância e acaba reacendendo a chama dentro dela.

Episódio: Uma Aula de Sanfona - Escrito e roteirizado por Inácio Araújo, que até então era um crítico de cinema e faz a sua estreia aqui. Esse conto narra a história de duas jovens, Nanci (Sandra Graffi) e Cristina (Isa Kopelman) que moram em um apartamento no centro de São Paulo e sofrem com o vizinho de cima que toca incansavelmente uma sanfona. Nanci tem um namorado que a trai com uma senhora rica e para colocar ciúme nele, acaba simulando um caso com o vizinho sanfoneiro, um gordinho feio, mas Nanci acaba se surpreendendo com a desenvoltura do rapaz.

Episódio: Belinha, A Virgem - Para finalizar, esse conto escrito e roteirizado por Antonio Meliande é o mais cômico dos três. Belinha (Vanessa Alves) é uma jovem pobre que está prestes a se casar com um jovem rico, mas a mãe do rapaz faz de tudo para que a menina prove que é virgem. Enquanto isso, Belinha faz altas sacanagens (que não seja sexo) com empresários, militares e padres em troca de dinheiro, para que possa comprar o vestido de noiva e o enxoval. Esse é recheado de momentos inusitados e engraçados.


Episódio: "Rainha do fliperama" Direção: Carlos Reichenbach

Zilda Mayo
Wilson Sampson
Jonia Freund
Carlos Koppa


Episódio: "Uma aula de sanfona" Direção: Inácio Araüjo

Sandra Graffí
Armando Tiraboschi
Isa Kopelman
Cláudio Mamberti


Episódio: "Belinha a virgem " Direção: Antônio Meliande

Vanessa Alves
Cássia Godoy
Carlos Milani
Sérgio Hingst
Marliane Gomes
Olindo Dias

Resultado de imagem para E agora, José (Tortura do Sexo) (1979) 

E agora, José (Tortura do Sexo) (1979)

MEGA 01 / 02 / 03 / 04 / 05

Direção: Ody Fraga

ELENCO
Arlindo Barreto
Henrique Martins
Neide Ribeiro
Roque Rodrigues
Ana Maria Soeiro
John Doo
Luiz Carlos Braga (Dr. Alberto)
Sônia Saeg
Péricles Campos
Marino Henrique
Arthur Rovedeer
Messias Rúbio
Liszt Giaccheri
Eduardo Mamede
Ciro Melchert
Alvino Correa
Orlando Cesar
Antonio C. Ribeiro
Hamilton Moraes
Katia Spencer
Gilka Tanganelli (Trapaceira)

Despertado certa manhã por agentes policiais e levado sem maiores explicações para um cárcere clandestino e ilegal, José Zurin, um jovem administrador de empresas, é envolvido no jogo político da repressão. Tudo por que, na véspera, ele reencontrara Pedro, seu melhor amigo dos tempos da universidade. O fato fôra comemorado com jantar bebidas e mulheres. Surpreso, José recebe a informação de que seu amigo é um líder subversivo, há muito procurado pelos órgãos de segurança. Pesa sobre o jovem administrador a acusação de pertencer à mesma organização política clandestina de Pedro. Para falar, ele é submetido à tortura. Tentando provar sua inocência, ele conta honestamente tudo que sabe. Assim, são envolvidas outras pessoas inocentes, como duas prostitutas que participaram da farra com os dois amigos, além da mulher do patrão de José, com quem ele mantinha relações sexuais. Pedro e seu grupo são presos, esclarecendo-se assim a inocência de José. Porém é tarde demais: não resistindo às torturas, José morreu.

 Imagem

19 Mulheres e 1 Homem (1977) / MINHATECA

Direção: David Cardoso

ELENCO
David Cardoso (Rubens)
Helena Ramos (Tânia)
Carolina Lindsay (Kátia)
Aldine Müller (Jussara)
Patricia Scalvi (Cecília)
Cláudia Santos (Malú)
Paola Bianchi (Ruth)
Zélia Diniz (Maria)
Suely Gagliardi
Mara Prado
Ozualdo Candeias
Luis Carlos Braga
Participação Especial:
Sívlia Massari (Anfitriã)
Lisa Negri(Caseira)

Dezoito universitárias paulistas e uma professora resolvem fazer uma excursão ao Paraguai alugando um ônibus numa empresa, cujo diretor, Rubens, decide servir de motorista e gozar assim suas férias, junto com as moças. A viagem é interrompida por cinco criminosos que confinam o grupo numa fazenda do pantanal mato-grossense, após matar os empregados. Os marginais brutalizam as jovens e algumas que tentam fugir são eliminadas. Auxiliado por dois meninos, filhos do dono da fazenda, Rubens contacta alguns amigos, pilotos do Aeroclube, através de umrádio transmissor, simulando uma fuga para distrair os marginais, na tentativa de resgatar as moças sobreviventes.

Resultado de imagem para o ogro

O Ogro (2011)

Uma floresta sombria, um castelo em ruínas, dois cavaleiros medievais e uma diabólica criatura de tempos imemoriais.

Direção e produção: Marcio Junior e Marcia Deretti 

Resultado de imagem para urubus e papagaios

Urubus e Papagaios (1985)

Baseado no livro Dona Anja, de Josué Guimarães

Estréia do diretor José Joffily, e do ator Felipe Camargo, antes de sua aparição na minissérie Anos Dourados. O filme, uma comédia erótica comportada, é um show da dupla de protagonistas: Nelson Dantas e Dora Pellegrino, o casal que vive o fogo da paixão até que a morte (não) os separe, e coloca em polvorosa a pequena cidade. A conferir, também, as atuações de Louise Cardoso e Cláudia Jimenez

ELENCO

Enrique Diaz
Ivan Cândido
Fafy Siqueira
Anselmo Vasconcellos
Fernando Reski

Desembargador sessentão (Nelson Dantas) volta à cidade natal no interior, levando sua jovem e sedutora esposa (Dora Pellegrino), na flor dos seus vinte anos. Estimulados, os homens da cidade passam a procurar as jovens amantes do bordel da Eni (Cláudia Jimenez) - uma referência a um famoso rendez-vouz do interior de São Paulo - e as esposas traídas começam a fazer novena para que o casal desapareça.

Imagem

O Abismo (1977)

Do alto da Pedra Bonita, Rio de Janeiro, um jovem se atira numa asa delta em direção ao abismo. No mesmo momento um homem monta um fuzil telescópico e o atinge mortalmente. Um arqueologo de posse de uma maquina fotografica registra o incidente e tenta perseguir ocriminoso, mas é impedido de pela súbita aparição de Madame Zero.

Diretor: Rogério Sganzerla

ELENCO

Norma Bengell,
José Mojica Marins,
Wilson Grey,
Jorge Loredo,
Edson Machado,
Mário Thomas,
Mariozinho de Oliveira,
Satã,
Rogério Sganzerla.

Resultado de imagem para Mamães vs Filhinhas

Mamãe Vs Filhinhas (2005)

Resultado de imagem para o beijo 1964

O Beijo (1964)

MINHATECA

Direção: Flávio Tambellini

ELENCO
Xandó Batista
Norma Blum
Jorge Cherques
Raul da Mata
Marilena de Carvalho
Liana Duval
Jorge Dória
Betty Faria
Reginaldo Faria
Leilany Fernandes
Fregolente
Elizabeth Gasper
Eliezer Gomes
Nelly Martins
Myriam Pérsia
Georgia Quental
Telma Reston
Glauce Rocha

Um homem é atropelado por um ônibus e cai no asfalto. Arandir (Reginaldo Faria) assiste a tudo e decide correr em socorro à vítima. Oacidentado lhe faz então um último e inusitado pedido que é prontamente atendido: deseja receber um beijo. O repórter sensacionalista Amado Pinheiro (Jorge Dória) testemunha o gesto e interpreta-o como manifestação pública de homossexualismo. A vida de Arandir passa a ser um verdadeiro inferno: perde o emprego e ainda sofre pressões por parte do sogro para se separar da mulher. A única a acreditar em sua versão é Dália (Norma Blum), a cunhada secretamente apaixonada por ele.

 Resultado de imagem para tentação na cama filme

Resultado de imagem para tentação na cama filmeImagem



 

Tentação Na Cama (1984)

Diretor: Ody Fraga

Elenco
David Cardoso,
David Cardoso Jr.,
Tallyta Cardoso,
Alcides Casari,
Dannys Fraga,
Reginaldo Luiz,
Simone Magalhães Matos,
Marli Mendes

 

Roberto é um homem de negócios bem sucedido mas solitário, que tem como rival profissional sua ex-mulher. O empresário guarda no cofre do banco uma agenda comprometedora. Perseguido pela polícia, ele não consegue fugir do dilema: entregar a chave do cofre e viver em paz ou continuar fugindo.

 

Resultado de imagem para cidade de plástico filme

Plastic City - Cidade de plástico (2010)

MINHATECA / LEGENDA

Em meio a tradições culturais chinesas e ao caos da vida urbana em São Paulo, o imigrante Yuda e seu filho Kirin comandam a máfia da pirataria no Brasil. Entretanto, este império entra em decadência ao ser ameaçado por uma poderosa organização com fortes influências internacionais.

Resultado de imagem para a rede social filme

A REDE SOCIAL (DUAL-ÁUDIO/720P) – 2010

Partes 01 / 02

Sabe aqueles filmes que começam mal pacas? Acredite. A Rede Social começa de forma impecavelmente chata, talvez, para mostrar o quão controversa é a figura de Mark Zuckerberg, criador do Facebook, um fenômeno da internet. Será?

E o mais interessante no blábláblá entediante entre Mark (Jesse Eisenberg) e Erica (Rooney Mara) é a observação dela sobre o amigo, futuro desafeto, e as consequências disso no mundo virtual: "Você não ganha garotas porque é um babaca, e não por ser um nerd".

A história começa na famigerada Harvard, em 2003, de onde Zuckerberg, irritado com o fora que levou, começa a hackear álbuns de outras universidades, provocando entre os estudantes a vontade de comparar fotos de fulano, beltrano e cicrano. E junto com seu companheiro de primeiras horas, o brasileiro Eduardo Saverin (Andrew Garfield), descobre que o pulo do gato é para quem os usuários vão mandar o que pensam, as ideias, comparações, o que fosse. Ou seja, com quem dividir.

Apesar de contada entre idas e vindas no tempo, o roteiro tem um ritmo crescente e vai conectando o espectador, a cada instante, no universo daqueles jovens brilhantes que revolucionaram, a sua maneira, as relações humanas neste início de século 21.

Assim, as constantes sequências na mesa de conciliação com advogados, réu e reclamantes não incomodam e, pelo contrário, servem para você se enfronhar na imensa teia cheia de impurezas como traição, inveja, megalomania e ódio. Porque queira ou não, você vai descobrir que essa é, na verdade, a essência da ferramenta de rede social mais popular da atualidade.

Para a turma que adora se ligar nas curiosidades, o pouco caso com a figura de Bill Gates é emblemática, assim como o contato deles com ninguém menos do que Sean Parker (Justin Timberlake), criador do lendário Napster, programa de troca de arquivos que virou de cabeça para baixo a indústria da música.

Sobre a trilha sonora de Trent Reznor, do extinto Nine Inch Nails, destacam-se duas passagens eletrônicas, claro, que lembram muito o lendário Rick Wakeman e Robert Miles, que estourou no fim dos anos  90 com o hit "Children".

Embora seja baseado no livro "Bilionários Por Acaso", o que se vê na tela grande é que o sucesso e o dinheiro, não necessariamente nessa ordem, não são bem um fruto do acaso. E um dos lances mais legais do filme, bem dirigido por David Fincher (Seven), é mostrar que a obsessão do doido em criar uma ferramenta que estabelecesse um elo entre as pessoas, mesmo que superficial, foi responsável por desfazer a única união verdadeira (de amizade) que ele tinha no mundo real.

Bem vindo ao mundo das relações virtuais. Assistam A Rede Social.

 Resultado de imagem para Scooby Doo: A XXX Parody (2011)

Scooby Doo: A XXX Parody (2011) / Legenda

  • Scene 1. Lily Labeau, Chad Alva
  • Scene 2. Bree Olson, Michael Vegas
  • Scene 3. Bobbi Starr
  • Scene 4. Bobbi Starr, Chad Alva
  • Scene 5. Bobbi Starr, Bree Olson
  • Scene 6. Bobbi Starr, Bree Olson, Chad Alva, Michael Vegas

 

1 Metro e Meio de Bunda 14 (2010)

Partes 01 / 02 / 03 / 04 / 05

  • Scene 1. Soraya Carioca, Loupan
  • Scene 2. Diana Cadilac, Dhones Portella
  • Scene 3. Jane Rodrigues, Loupan
  • Scene 4. Darlene Amaro, Dhones Portella

Resultado de imagem para Thickicious

Thickicious (2013)

Resultado de imagem para Slutwoman: No Holes Barred

Slutwoman: No Holes Barred

Darlene Amaro

Resultado de imagem para big booty revenge 3 

Big Booty Revenge 3 (2007)

Partes 01 / 02 / 03

 Resultado de imagem para Spanish Fly Pussy Search 19 (2006)

Spanish Fly Pussy Search 19 (2006)

Resultado de imagem para Mami Culo Grande 5 

Mami Culo Grande 5 (2007)

Scenes Bonus 01 / 02 / 03


Darlene - Mexican Maid Booty

Resultado de imagem para South Beach Cruisin 3

Darlene - South Beach Cruisin 3 ft. Monica Santiago

Esperanza Gomes

Resultado de imagem para Big Latin Wet Butts 5 

Big Latin Wet Butts 5 (2006)

Resultado de imagem para gatas do rio brasileirinhas 

Black Brazilian Booty 1 (Gatas do Rio, 2006)

Partes 01 / 02

Resultado de imagem para Big Butt Brazilian Maids

Big Butt Brazilian Maids (2007)

 Resultado de imagem para Darlene Amaro - Horny Big Butt Brazilian Mothers #2

Darlene Amaro - Horny Big Butt Brazilian Mothers #2 / Depositfiles

Resultado de imagem para Backdoor Brazil darlene amaro loading

DARLENE AMARO - Backdoor Brazil

 Resultado de imagem para porno Keyla MartinsResultado de imagem para porno Juliana Sanches

Traços do Desejo (1999)

  • Scene 1. Patricia Ramos, Leonardo Martins
  • Scene 2. Keyla Martins, Leonardo Martins, Rubens Badaro
  • Scene 3. Juliana Sanches, Gabriel Trepador, Paulo Guina, Kid Jamaica

 Glorias do Passado

Glórias do Passado (1999) / Depositfiles

  • Scene 1. Milena Rios, Daniel Flyt
  • Scene 2. Aretuza Lemos, Roger Lemos
  • Scene 3. Juliana Sanches, Daniel Flyt, Levy Chacal

 suruba no oeste

Suruba no Oeste (2000) / Depositfiles

  • Scene 1. Marcelli Rios, Giovanni Valente, Leonardo Martins, Marcel York
  • Scene 2. Dalila Yhoanna, Giovanni Valente, Marcel York, Tony Tigrao
  • Scene 3. Milena Alanes, Leonardo Martins, Tony Tigrao, Tony Zatt
  • Scene 4. Thaisa Lorenz, Roger Lemos

Luscious Latinas 2

Luscious Latinas 2 (1999)

  • Scene 1. Bruna Barcelli, Deniro
  • Scene 2. Andrea Angel, Dalila Yhoanna
  • Scene 3. Gabriella, Ray Santos
  • Scene 4. Jade, Max
  • Scene 5. Juliana, Kid Jamaica

COLMEIA

Colméia (2000)

  • Scene 1. Roberta, Juliano Ferraz
  • Scene 2. Cristiane, Fabio Scorpion
  • Scene 3. Dalila Yhoanna, Alexandre
  • Scene 4. Aline Dias, Thais Vieira, Roge
  • Scene 5. Caline, Mikaella, Juliano Ferraz

Resultado de imagem para suruba de pijama 

Suruba do Pijama (2006)

Cenas 01 / 02 / 03 / 04

  • Scene 1. Emanuelle Diniz, Pietra Raifer, Tati Lemos, Vicky
  • Scene 2. Emanuelle Diniz, Pietra Raifer, Tati Lemos, Vicky, Alex Ferraz, Carlos Bazuca, Ed Junior, Tony Tigrao, William Carioca

 Resultado de imagem para Speechless emanuelle diniz

Speechless (2006)

Resultado de imagem para Ontem Eu Tinha 17 4

Ontem Eu Tinha 17 4 (2005)

Resultado de imagem para Tranny Shop 5 download

Tranny Shop 5 (2007)

 Partes 01 / 02 / 03

  • Scene 1. Juliana Pires, Laisa Lins, Milena Campanelli, Omar Galanti
  • Scene 2. Dayane Callegare, Paulo Machy
  • Scene 3. Lisa Cock, Pamella Anderson, Paulo Guina
  • Scene 4. George, Satiny Miranda
  • Scene 5. Alan Marcelo, Danielly Marinetto, Fernanda Galisteu, Paulo Machy, Rafaella Buckman

 Resultado de imagem para 4 pistoleiros em fúria

Quatro Pistoleiros em Fúria - 1972

Elenco:

Tony Vieira

Marlene Rodrigues

Edward Freund

Astrogildo Filho

Ana Rosa

Marina Campos

Renato Restier

Iragildo Mariano

José Moreira

Paulo Villa

Maribel Reis

Heitor Gaiotti

Mário Alimari

Teddy Alencar

Coriolano Rodrigo

José Lopes

Batatinha

Francisco Assis Soares

Direção: Edward Freund

Enquanto Caviúna descansa à beira de uma lagoa, sua mulher, Patrícia, banha-se nas águas. O casal porém é surpreendido pelo bando de Sabaúna, que rapta a mulher e atira no marido. Após recuperar-se dos ferimentos, Caviúna sai à procura de Gringo, Duda e Zula - pai e irmãos de Patrícia, foragidos da Justiça - e lhes propõe liquidarem o bando. Num lugarejo chamado São Mateus, os vingadores tomam conhecimento do esconderijo de Sabaúna, e os planos para libertar Patrícia são traçados. Atraído a uma cilada, Sabaúna é liquidado. Inesperadamente Patrícia chega ao local, acompanhada pelo Tenente da volante, que é convencido a fechar os olhos para o caso em que se vêem envolvidos Gringo e seus filhos. Patrícia abraça Caviúna e os dois, felizes, olham para a fronteira por onde Gringo, Duda e Zula seguem viagem.

 Resultado de imagem para uma noite com paris porno

UMA NOITE COM PARIS HILTON / LEGENDA

 

Resultado de imagem para Ariana Jollee Fucks The World

Ariana Jollee Fucks The World (2005)

Latina.Tea.Time.jpg

Emanuelle Diniz - Latina Tea Time

I.Finally.Got.His.Attention.jpg

I Finally Got His Attention - Emanuelle Diniz / MINHATECA

Wetter.The.Better.3.jpg

Emanuelle Diniz - Wetter The Better 3 / Depositfiles

Resultado de imagem para vizinhas gostosas 2

Vizinhas Gostosas 2 (2007) / DVD-r

Resultado de imagem para A Gang das Pervertidas 

A Gang das Pervertidas (2005) / Depositfiles

Mom.s.A.Cheater.7.jpg

Moms a Cheater 7 (2009)

Titten.Nippeln.jpg

Emanuelle Diniz - Titten Nippeln / Minhateca

 

Till.Sex.Do.Us.Part.jpg

Till Sex Do Us Part (2011)

Emmanuelle Diniz / DEPOSITFILES

 Resultado de imagem para Prazer A Dois emanuelle diniz pornoResultado de imagem para Prazer A Dois emanuelle diniz porno

Prazer A Dois - Emanuelle Diniz

Big.Dildo.and.Emanuele.Diniz.jpg

Big Dildo and Emanuele Diniz

Midget Cum #4

Midget Cum 4 (2008)

Resultado de imagem para Goo 4 Two 4

Goo 4 Two 4 (2006)

Resultado de imagem para Emanuelle.Diniz.Hard.Anal

Emanuelle Diniz - Hard Anal

Emanuelle Diniz - Sexo a beira da piscina ou

Emanuelle Diniz - Phat Booty Brazil / Depositfiles

Agatha

 Resultado de imagem para Emanuelle Diniz - Freak Nasty #6

Emanuelle Diniz - Freak Nasty #6

 Resultado de imagem para surfistinha brasileirinhas emanuelle diniz

Surfistinha (2006)

Emanuelle Diniz assfisted

Emanuelle Diniz - Backdoor Brazil

Emanuelle Diniz - assfucked by a black M O N S T E R cock ou

Emanuelle Diniz - Up'r Class 4

Resultado de imagem para spanish harlem emanuelle diniz porno

SPANISH HARLEM - EMANUELLE DINIZ

Resultado de imagem para Black Brazilian Booty 3 

Black Brazilian Booty 3 (2007)

  • Scene 1. Saysa Ferraz, Franco Roccaforte
  • Scene 2. Erica Vieira, guy
  • Scene 3. Lica Da Silva, guy
  • Scene 4. Emanuelle Diniz, guy
  • Scene 5. Marcella Carioca, 2 guys

Imagem

Vai Trabalhar, Vagabundo II - A Volta (1991)

Senha: cinebra
Malandro exilado no exterior há quinze anos, Dino aplica o golpe do baú em viúva rica e mal amada de Acapulco. Com a grana, consegue retornar ao Brasil para procurar uma antiga paixão, a Dama de Copas. A única forma de voltar sem ser pego é se fingir de morto. Literalmente. E assim é. O falso enterro acontece entre os companheiros de copo e de samba, como Julinho de Adelaide, e os "arranca-rabos" das eternas amantes. Mas é "vivinho da Silva", que Dino, Eduardo, seu aprendiz de malandro, e Carmen, a Dama de Copas, vão promover o golpe definitivo. Definitivo?
ELENCO

Hugo Carvana (Dino)
Marieta Severo (Carmen)
Marcos Palmeira (Eduardo Castelo)
Denise Bandeira (Teresa)
Nelson Xavier (Babalu)
Luthero Luiz (Godofredo)
Joana Foom (Grã-fina)
Andrea Beltrão (Amiga de Eduardo)
Otávio Augusto (Sampaio)
Wilson Grey (Ermírio)
Toni Tornado (Manelão)
Cláudio Mamberti (Martinelli)
João Signorelli (Crupiê)
Chico Buarque (Julinho da Adelaide)
Tonico Pereira (Palhaço)

 Imagem

Glaura (1997)

Dona-de-casa (Júlia Lemmertz) só quer ter um momento de tranquilidade em sua aborrecida rotina ao lado do marido (Alexandre Borges), mais preocupado com as coisas do Corinthians, do sogro paraplégico (José Lewgoy), que vive a expressar lições filosóficas de vida, da filha de nove anos (Luíza Lemmertz), além da vizinha (Matilde Mastrangi) que, logo de manhã, enquanto lava roupa no tanque, a incomoda com uma cantoria em alto e bom som. Até que o destino (ou não?) lhe traz uma surpresa.

Resultado de imagem para 3 cortes 

Três Cortes (2006)

4SHARED

Senha: cinebra

Reunião de três curtas-metragens de horror gore.

Coleção de Humanos Mortos (2005) - 21' - Direção: Fernando Rick
Influenciado pelas malignas personificações do Ódio, da Loucura e do Prazer, um psicopata impõe severos castigos às suas vítimas. Com: Ulisses Granados, Tiara Curi, Luis "Ódio" Sorrentino, Fábio "Loucura" Castro e Marina "Prazer" Anlop.

06 Tiros, 60 ml (2005) - 15' - Direção: André Kapel Furman
Traficante morre de overdose. Na morgue, ele volta à vida e inicia um massacre sangrento, até o embate com bandido de facção rival. Com: Fernando Pavão, Thaís Simi e Nicolas Trevijano.


Sozinho (2003) - 13' - Direção: Andre ZP
Homem se encontra com mulher que conhecera em uma loja de CDs. Mal sabia o pesadelo que o aguardava. Com: José Salles e Mara Vanessa Prieto.

Resultado de imagem para as fábulas negras 

As Fábulas Negras (2015)

MEGA / 1FICHIER

Quatro garotos brincam de super-heróis no meio do mato. Em um intervalo nas brincadeiras, eles passam a contar histórias repletas de suspense e terror, supostamente veridicas, envolvendo lendas urbanas e mitos do folclore brasileiro.

O Monstro do Esgoto, de Rodrigo Aragão

O prefeito de uma cidade se recusa a investir no tratamento do esgoto, preferindo embolsar o dinheiro que seria gasto nesta obra. Com isso, o esgoto é despejado bem na frente de um homem que, desesperado, tenta resolver o problema com todo tipo de autoridade pública.

Pampa Feroz, de Petter Baiestorf

A ameaça de um lobisomem faz com que dois capangas partam para enfrentá-lo. Um deles está apaixonado pela filha do coronel local, o que lhe traz sérios problemas.

O Saci, de José Mojica Marins

Um homem despreza o conselho de Pai Pedro de respeitar o povo da mata e entra no bambuzal à noite, por conta própria. Tal arrogância desperta o saci, que passa a perseguir não só a ele, mas também a mulher pela qual é apaixonado.

A Loira do Banheiro, de Joel Caetano

Aprisionada em um banheiro sujo, onde é obrigada a invocar a loira do banheiro, uma garota é morta pelo espírito. Só que a brincadeira de mau gosto não era direcionada a ela, mas sim à uma amiga que, agora, é enviada a um colégio interno. Lá ela precisa lidar com o bullying das colegas e ainda a arrogância da diretora.

A Casa de Iara, de Rodrigo Aragão

Alertada por um monstro, Iara descobre que seu marido a está traindo. É o suficiente para que ela elabore um plano para matá-lo, sem dó nem piedade

ELENCO
Mayra Alarcón
Ricardo Araújo
Ana Carolina Braga
Marcelo Castanheira
Walderrama Dos Santos
Markus Konká
Cesar Coffin Souza

Imagem

HELENA RAMOS (2009)

Senha: cinebra

Direção: Paula Mercedes

Documentário produzido pelo Canal Brasil no qual Helena Ramos conta sobre sua carreira cinematográfica de 10 anos (1974-1984), em que participou em mais de quarenta filmes produzidos pela galera da Boca do Lixo. Além do depoimento simpático e bem-humorado, e com momentos em que ela quase não controla a emoção, são mostradas cenas de doze de seus maiores sucessos. Indispensável pra se conhecer o trabalho desta que, pra mim, foi a mais importante entre as musas do cine erótico brasileiro no período anterior à penetração (epa...) dos explícitos.