Sites Grátis no Comunidades.net Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis
HISTÓRIA DO BRASIL
HISTÓRIA DO BRASIL

Resultado de imagem para araguaya conspiração do silencio resumo

Araguaya - Conspiração do Silêncio - 2004

Filme sobre um episódio importante da história brasileira: a guerrilha Araguaia. Na década de 1970, quando o Brasil era governado por uma ditadura militar, alguns militantes de esquerda e os camponeses pegaram em armas contra o Exército, na Amazônia. Bem no meio do conflito, ali estava um padre francês que tinha vindo para a região na década de 1960, e se envolveu nos acontecimentos que levaram à rebelião.

Elenco:

  • Ernesto geisel (o libertador)
  • Northon Nascimento (Osvaldão)
  • Françoise Forton (Dora)
  • Danton Mello (Carlos)
  • Narciza Leão (Lúcia)
  • Stephane Brodt (Pe. Chico)
  • Fernanda Maiorano (Tininha)
  • Rosanne Mulholland (Alice)
  • Rômulo Augusto (Flávio)
  • William Ferreira (Juca)
  • Cacá Amaral (Mário)
  • Claudio Jaborandi (Cabo Abdon)
  • Humberto Pedrancini (General Mamede)
  • Fernando Alves Pinto (Tenente Álvaro)
  • Pablo Peixoto (Geraldo)
  • Adriano Barroso (Anselmo)
  • José Marcos de Lima Araujo Filho (papel secundário)
  • Felipe da Conceição Fonseca (papel secundário)
  • Diogo Alves (papel secundário)
  • Henry Harada (papel secundário)

Dirigido por Ronaldo Duque 

 Resultado de imagem para anita e garibaldi filme

Anita & Garibaldi - 2013

Um filme de Alberto Rondalli com Gabriel Braga Nunes, Ana Paula Arósio, Alexandre Rodrigues, Paulo Cesar Pereio.

Giuseppe Garibaldi (Gabriel Braga Nunes), 32 anos, comandante dos rebeldes republicanos que invadem Laguna, Santa Catarina, durante a Guerra dos Farrapos (1835 - 1845), encontra sua alma gêmea em Anita (Ana Paula Arósio), 18 anos, esposa do sapateiro local. Entre a paixão e as batalhas, eles definirão o rumo de suas vidas e influenciarão o curso da revolução.

Xica da Silva - 1976 / MINHATECA

Segunda metade do século XVIII. Xica da Silva (Zezé Motta) era uma escrava que, após seduzir o milionário João Fernandes (Walmor Chagas), se tornou uma dama na sociedade de Diamantina. Ela passou a promover luxuosas festas e banquetes, algumas contando com a exibição de grupos de teatro europeus. Sua ostentação fez com que sua fama chegasse até a corte portuguesa.

Um filme de Carlos Diegues com Zezé Motta, Walmor Chagas, Altair Lima, Elke Maravilha.

 

Tiradentes (1998) / MINHATECA

O filme mostra uma visão bem diferente da convencional, acerca dos fatos políticos que envolveram a Inconfidência Mineira e a condenação dos conjurados. Joaquim José da Silva Xavier, conhecido como Tiradentes, teria sido condenado à morte por ser o único dos revoltosos que não tinha grandes posses. Por outro lado, grande parte da elite de Ouro Preto estava envolvida no levante, inclusive o próprio visconde de Barbacena, mas a maioria não foi processada e nem sequer presa. Uma visão intrigante, porém com respaldo em muitas pesquisas recentes.

Elenco:

  • Humberto Martins .... Tiradentes
  • Rodolfo Bottino .... Joaquim Silvério dos Reis
  • Paulo Autran .... Padre Penaforte
  • Cláudio Corrêa e Castro .... Frei Veloso
  • Adriana Esteves .... Bárbara Heliodora
  • Giulia Gam .... Marília de Dirceu
  • Julia Lemmertz .... Antônia, mulher de Tiradentes
  • Marco Ricca .... Alvarenga Peixoto
  • Cláudio Cavalcanti .... Macedo
  • Eduardo Galvão .... Tomás Antônio Gonzaga
  • Ruy Rezende .... Coronel Malheiro
  • Emiliano Queiroz .... Cláudio Manuel da Costa
  • Cláudio Mamberti .... Freire de Andrade
  • Heitor Martinez .... Álvares Maciel
  • Nelson Dantas .... Vice-rei
  • Henri Pagnoncelli .... Visconde de Barbacena
  • Ivan Setta .... Padre Rolim
  • Roberto Bomtempo .... português do piquenique
  • Ernani Moraes .... português do piquenique
  • Eduardo Tornaghi
  • Luiz Maçãs
  • Fernando Almeida
  • André Mattos
  • Antônio Gonzalez
  • André Ricardo
  • Janaína Diniz
  • Geraldo Carratto

Dirigido por Oswaldo Caldeira 

 

1930 - Tempo de Revolução (1990) / Depositfiles

O filme faz parte de uma série, idealizada pelo produtor Cláudio Kahns e pelo cientista político André Singer, que pretende documentar as principais sublevações políticas vividas no país. Neste primeiro filme, o diretor Eduardo Escorel remete também a outros movimentos ocorridos antes da Revolução de 1930. Reunindo imagens de arquivo (algumas inéditas, encontradas em arquivos no exterior) e depoimentos de historiadores, o vídeo procura esclarecer esse momento crucial e ainda mal compreendido da história brasileira. 

Independência Ou Morte (1972) / Depositfiles

A vida do imperador Dom Pedro I, da infância à abdicação em 1831, focalizando os fatos que culminaram no Grito do Ipiranga e também lances do comportamento amoroso e aventuresco do personagem, suas ligações com a Marquesa de Santos e a imperatriz Leopoldina.

Elenco: Tarcísio Meira, Glória Menezes, Dionísio Azevedo, Kate Hansen

Direção: Carlos Coimbra 

 

Quilombo (1984) / MINHATECA

Dirigido por Cacá Diegues

Elenco:

  • Zezé Motta.... Dandara
  • João Nogueira.... Rufino
  • Grande Otelo.... Baba
  • Antônio Pitanga.... Acaiuba
  • Antônio Pompêo.... Zumbi
  • Jofre Soares.... Caninde
  • Tony Tornado.... Ganga Zumba
  • Camila Pitanga
  • Jonas Bloch
  • Chico Diaz
  • Aniceto do Império
  • Maurício do Valle.... Domingos Jorge Velho
  • Daniel Filho.... Carrilho
  • Vera Fischer.... Ana de Ferro
  • Léa Garcia
  • Milton Gonçalves
  • Zózimo Bulbul
  • Arduíno Colassanti
  • Jorge Coutinho.... Sale
  • Babaú da Mangueira
  • Dona Zica da Mangueira
  • Carlos Kroeber
  • Scarlet Moon
  • Telma Reston

Num engenho de Pernambuco, por volta de 1650, um grupo de escravos se rebela e ruma ao Quilombo dos Palmares, onde existe uma nação de ex-escravos fugidos que resiste ao cerco colonial, entre eles Ganga Zumba, um príncipe africano. Tempos depois, seu herdeiro e afilhado, Zumbi, contesta as ideias conciliatórias de Ganga Zumba (Príncipe)e enfrenta o maior exército jamais visto na história colonial brasileira.

BRAVA GENTE BRASILEIRA (2000) / DEPOSITFILES

Elenco:

Diogo Infante ... Diogo de Castro e Albuquerque
Floriano Peixoto ... Capitão Pedro
Luciana Rigueira ... Ánote
Leonardo Villar ... Comandante
Buza Ferraz ... Antônio
Murilo Grossi ... Alfonso
Sérgio Mamberti ... padre
Adeílson Silva ... Januya
Hilário Silva ... Chefe Kadiwéu
Vanessa Marcelino ... Anoã
Sandra Silva ... mãe de Anoã
William Soares ... pai de Anoã
Silvana da Silva ... Mulher chorando

Dirigido por Lúcia Murat

O filme retrata a relação conflituosa entre portugueses e índios no século XVIII. 

REPÚBLICA GUARANI (1981) / MEGA

Dirigido por Silvio Back

Entre 1610 e 1767, ano da expulsão de jesuítas das Américas, desenvolveu-se - em uma vasta área dominada por índios guaranis e banhada pelos rios Paraná, Uruguai e Paraguai - um discutido projeto sócio-político, religioso e também arquitetônico, único na história de relacionamento conquistador-índio: uma sociedade criada por jesuítas com sucessivas gerações de guaranis que chegou a abranger 500 mil pessoas. 

 

Batalha dos Guararapes (1978) / MINHATECA

O filme retrata episódio da conquista holandesa do Nordeste brasileiro.

Dirigido por Paulo Thiago

Elenco:

José Wilker .... João Fernandes
José Pimentel... André Vidal de Negreiros
Cristina Aché
Roberto Bonfim
Joel Barcelos
Renée de Vielmond
Jardel Filho
Jacqueline Laurence
Fausto Rocha
Tamara Taxman
Jofre Soares
Luiz Gomes

 

GUERRA DE CANUDOS (1997) / Minhateca

Uma família sertaneja se divide quando a filha mais velha, Luíza, se recusa a acompanhar os pais na peregrinação liderada por Antônio Conselheiro. Luíza foge e se torna prostituta, passando a viver de forma independente. Sua família migra para Belo Monte, região de Canudos, onde Antonio Conselheiro e seus fiéis procuram resistir aos ataques dos soldados federais enviados para acabar com o povoado. A situação do Nordeste brasileiro, no final do século XIX, era muito precária. Fome, seca, miséria, violência e abandono político afetavam os nordestinos, principalmente, a população mais carente. Toda essa situação, em conjunto com o fanatismo religioso, desencadeou um grave problema social. Em novembro de 1896, no sertão da Bahia, foi iniciado este conflito civil. Ele teve a duração de quase um ano, até 05 de outubro de 1897, e, devido à força adquirida, o governo da Bahia pediu o apoio da República para conter este movimento formado por fanáticos, jagunços e sertanejos sem emprego.

 

O beato Conselheiro, homem que passou a ser conhecido logo depois da Proclamação da República, era quem liderava este movimento. Ele acreditava que havia sido enviado por Deus para acabar com as diferenças sociais e também com os pecados republicanos, entre estes, estavam o casamento civil e a cobrança de impostos. Com estas idéias em mente, ele conseguiu reunir um grande número de adeptos que acreditavam que seu líder realmente poderia libertá-los da situação de extrema pobreza na qual se encontravam.

Este é o registro do conflito que se opôs aos soldados do Presidente Prudente de Morais pelos boatos reunidos em torno de Antonio Conselheiro. Luíza lutava contra o povo de seu pai, obrigados a comer qualquer tipo de animal que aparecia em sua frente. Na luta, o marido de Luíza morre, então ela começa a se prostituir para os soldados, até que um deles se apaixona por ela. Luíza se apaixona também pelo soldado. Após sua mãe ser assassinada, Luíza luta junto das pessoas de Canudos, em um dado momento acaba matando seu novo amante.

O filme acaba com Luíza e sua irmã rezando no meio dos destroços de Canudos.

Dirigido por Sérgio Rezende

ELENCO:

José Wilker - Antônio Conselheiro
Cláudia Abreu - Luíza
Paulo Betti - Zé Lucena
Marieta Severo - Penha
Selton Mello - Ten. Luís da Gama
José de Abreu - Gen. Arthur Oscar de Andrade Guimarães
Roberto Bomtempo - Pedro Martins
Tuca Andrada - Arimateia
Tonico Pereira - Cel. Antônio Moreira César
Dandara Guerra - Tereza
Jorge Neves - Toinho
Dody Só - Pajeú
Eliezer de Almeida - Beatinho
Denise Weinberg - Margot
Edinaldo Pereira - Zé João

Resultado de imagem para lamarca filme

 LAMARCA (1994) / Minhateca

A história começa em dezembro de 1970, quando o ex-capitão do exército brasileiro e grande atirador Carlos Lamarca e seu grupo político rebelde negociam com a Ditadura Militar a soltura de presos políticos em troca da vida do sequestrado embaixador da Suíça, mantido por eles em cativeiro. Trinta presos são soltos e a repressão aumenta a perseguição aos guerrilheiros, comandada por um general do Exército e o delegado civil Flores (referência ao delegado da vida real Fleury), que se apresenta como o matador de Marighella e outros "subversivos" e não hesita em torturar seus prisioneiros para obter informações.

Os dirigentes do grupo de Lamarca querem que ele saia do Brasil, mas ele não aceita. Lamarca vai então para a Bahia, acompanhado da amante e também militante Clara, para se encontrar com os aliados da guerrilha Zequinha e seus irmãos. Eles o escondem em um sítio no interior do estado. Enquanto espera para se encontrar com os demais guerrilheiros para organizarem um levante rural, Lamarca lembra de momentos do seu passado, da experiência marcante de quando serviu como soldado da ONU no Canal de Suez que o fez se revoltar contra os capitalistas, da sua mulher e filhos que enviara para Cuba e do campo de treinamento de guerrilheiros que criara no Vale do Ribeira em São Paulo.

Dirigido por Sérgio Rezende

ELENCO:

Paulo Betti .... Carlos Lamarca
Carla Camurati .... Clara
Deborah Evelyn .... Marina
Roberto Bomtempo .... Fio
José de Abreu .... major
Nelson Dantas .... pai de Lamarca
Eliezer De Almeida .... Zequinha
Rogério Matos
Jurandir de Oliveira .... professor Santa Cruz
Ernani Moraes .... delegado Flores
Carlos Zara .... militar
Alvarito Mendes Filho
Camilo Beviláqua
Anna Cotrim .... guerrilheira
Enrique Díaz
Marcelo Escorel
Luiz Maçãs
Selton Mello .... Ivan
Patrícia Perrone
Orlando Vieira
Nelson Xavier

Muito Além do Cidadão Kane / MEGA

O documentário mostra como Roberto Marinho construiu o império das organizações globo, como pode corromper e manipular. 
Mostra também entrevistas de várias personalidades além de esclarecer vários fatos como ´Nec do Brasil´ ´ Grupo Time Life´. 
Após assistir esse filme você terá outra visão sobre a Rede Globo de Televisão.
E não se esqueça: Você está sendo manipulado.

Vlado, 30 Anos Depois / MEGA

O cineasta João Batista de Andrade afirma que o filme é uma dívida, "um filme que deveria ter sido feito há muito tempo".
Longe de ser panfletário, o cineasta faz um registro emocionado de um homem que representou muito não só para a imprensa brasileira - foi diretor de jornalismo de TV Cultura, editor de cultura da revista Visão, entre outros trabalhos -, como também para o fim da ditadura militar no Brasil.
 

Documentário que resgata a trajetória de Vladimir Herzog.

Cidadão Boilesen /  MEGA

Um capítulo sempre subterrâneo dos anos de chumbo no Brasil, o financiamento da repressão violenta à luta armada por grandes empresários, ganha contornos mais precisos neste perfil daquele que foi considerado o mais notório deles.
As ligações de Henning Albert Boilesen (1916-1971), presidente do grupo Ultra, com a ditadura militar, sua participação na criação da temível Oban – Operação Bandeirantes – e acusações de que assistiria voluntariamente a sessões de tortura emergem de diversos depoimentos de personagens daquela época.

Brasil: Uma História Inconveniente [Brazil: An Inconvenient History] / MEGA

Portugal foi responsável pela maior emigração forçada da história da humanidade.
De Angola chegou ao Brasil um número 10 vezes superior de escravos comparado à America do Norte.

Este documentário, sobre o passado colonial do Brasil, foi realizado em 2000 por Phil Grabsky, para a BBC/History Channel. Ganhou um Gold Remi Award no Houston International Film Festival em 2001.
Uma verdade inconveniente da história de Portugal. 

 

Vermelho Brasil (2014) / MEGA

Um filme de Sylvain Archambault com Stellan Skarsgård, Juliette Lamboley, Sagamore Stévenin, Didier Flamand.

A história relata a passagem da expedição francesa de Nicolas Durand de Villegagnon na baía e nas terras em que hoje é a atual Baía de Guanabara e a cidade do Rio de Janeiro, por volta da década de 1550.

Com o patrocínio da Coroa Francesa, Villegagnon tenta criar uma colônia, a chamada França Antártica, mas este projeto é fracassado, pois a resistência portuguesa, com a ajuda dos índios, expulsam os invasores da região.

GETÚLIO (2014) / MINHATECA / MEGA

Dirigido por João Jardim

Elenco:

Tony Ramos - Getúlio Vargas
Drica Moraes - Alzira Vargas
Alexandre Borges - Carlos Lacerda
Adriano Garib - Gel. Zenóbio da Costa
Marcelo Médici - Lutero Vargas
Thiago Justino - Gregório Fortunato
Alexandre Nero - Cel. Scaffa
Jackson Antunes - Café Filho
Clarice Abujamra - Darcy Vargas
Michel Bercovitch - Tancredo Neves
Leonardo Medeiros - General Caiado
Fernando Eiras - José Soares Maciel Filho
Daniel Dantas - Deputado Afonso Arinos
Murilo Elbas - Mordomo João Zaratimi
Gillray Coutinho - Almirante Roberto Guilhobel
Cláudio Tovar - Manoel Vargas
Murilo Grossi - Major Fitipaldi
Paula Braun - Viúva
Caco Baresi - Investigador

A intimidade de Getúlio Vargas (Tony Ramos), então presidente do Brasil, em seus 19 últimos dias de vida. Pressionado por uma crise política sem precedentes, em decorrência das acusações de que teria ordenado o atentado contra o jornalista Carlos Lacerda (Alexandre Borges), ele avalia os riscos existentes até tomar a decisão de se suicidar. 

Imagem

Cristo de Lama (1966) / Minhateca

No século XVIII, em Vila Rica, vive o pintor e escultor Antônio Francisco Lisboa, que tem na madrinha Helena a sua protetora e inspiradora. Por Helena sente os primeiros ímpetos amorosos e, após uma aventura noturna, a madrinha, muito religiosa, comete suicídio. Isso marca profundamente a obra do artista. Seu único e leal amigo é Mesquita, mais tarde envolvido na conjuração política da Colônia, e preso na jornada libertadora de Tiradentes. Acometido pela doença incurável que lhe traz a alcunha de Aleijadinho, Lisboa se casa com Narcisa, e termina seus dias feliz por ter vencido a incompreensão da comunidade religiosa e ter deixado, nas igrejas de Vila Rica e Congonhas, obras de alto valor artístico.

Direção: Wilson Silva

ELENCO

Geraldo Del Rey - Antonio Francisco Lisboa
Maria Della Costa - Helena
Renato Consorte - Mesquita
Aizita Nascimento - Narcisa
Angelito Mello - Manoel Lisboa
Fábio Sabag - Padre Camelo
Esmeralda Barros - Madalena
Rodolfo Arena - João Gomes
Waldir Maia - Tiradentes
Raul Cortez

Que bom te ver viva (1989) / MEGA

O filme aborda a tortura durante o período de ditadura no Brasil, mostrando como suas vítimas sobreviveram e como encaram aqueles anos de violência duas décadas depois. "Que Bom Te Ver Viva" mistura os delírios e fantasias de uma personagem anônima, interpretada pela atriz Irene Ravache, alinhavado os depoimentos de oito ex-presas políticas brasileiras que viveram situações de tortura. Mais do que descrever e enumerar sevícias, o filme mostra o preço que essas mulheres pagaram, e ainda pagam, por terem sobrevivido lúcidas à experiência de tortura. Para diferenciar a ficção do documentário, Lúcia Murat optou por gravar os depoimentos das ex-presas políticas em vídeo, como o enquadramento semelhante ao de retrato 3x4; filmar seu cotidiano à luz natural, representando assim a vida aparente; e usar a luz teatral, para enfocar o que está atrás da fotografia - o discurso inconsciente do monólogo da personagem de Irene Ravache. 

Você Também Pode Dar Um Presunto Legal (1971) / MEGA

Reflexão sobre a atuação do Esquadrão da Morte e do famigerado Delegado Fleury, chefe do DOPS em São Paulo. Filmado clandestinamente, o documentário nunca foi exibido por representar risco de vida para seu elenco e equipe. Na época, seus negativos foram transferidos para Cuba. Desde de 2006, seu realizador exibe sem muito alarde esta versão em universidades e mostras sobre direitos humanos. Com uma narrativa ainda atual, o documentário utiliza-se de diversos materiais em sua construção – recortes de jornais e revistas, imagens captadas diretamente da televisão, transcrição de depoimentos de pessoas torturadas e fragmentos das obras de teatro “A Resistível Ascensão de Arturo Ui” (Bertold Brecht/Teatro de Arena) e “O Interrogatório” (Peter Weiss/Teatro São Pedro).

Lula, o Filho do Brasil (2010) / Minhateca / Mega

Baseado no livro homônimo escrito pela jornalista Denise Paraná, o filme narra a história de Lula de seu nascimento até a morte de sua mãe, quando é um líder sindical de 35 anos detido pela polícia política da ditadura militar.

Dirigido por Fábio Barreto

ELENCO:

Rui Ricardo Dias - Luiz Inácio Lula da Silva
Guilherme Tortólio - Lula (jovem)
Felipe Falanga - Lula (7 anos)
Glória Pires - Eurídice Ferreira de Melo (Dona Lindu)
Lucélia Santos - Professora de Lula
Cléo Pires - Maria de Lurdes da Silva
Vanessa Bizzarro - Maria de Lurdes (13 anos)
Juliana Baroni - Marisa Letícia Lula da Silva
Milhem Cortaz - Aristides Inácio da Silva
Clayton Mariano - Lambari
Luccas Papp - Lambari (15 anos)
Suzana Costa - parteira
Jones Melo - vendedor
Antônio Pitanga - Sr. Cristóvão
Celso Frateschi - Sr. Álvaro
Marcos Cesana - Cláudio Feitosa
Sóstenes Vidal - Ziza
Antonio Saboia - Vavá
Eduardo Acaiabe - Geraldão
Marat Descartes - Arnaldo
Nei Piacentini - Dr. Miguel
Matheus Braga - Luís Cláudio
Maicon Gouveia - Jaime
Jonas Mello - Tosinho
Fernando Alves Pinto - Jornalista
Rayana Carvalho - Dona Mocinha
Mariah Teixeira - Marinete
Fernanda Laranjeira - Tiana
José Ramos - motorista de pau-de-arara

 

O QUE É ISSO, COMPANHEIRO? (1997)

4Shared  Parte01 / Parte02 / Parte03 / MINHATECA

DIREÇÃO: Bruno Barreto

Elenco:

Alan Arkin … Charles Burke Elbrick
Fernanda Torres … Maria
Pedro Cardoso … Fernando Gabeira / Paulo
Luiz Fernando Guimarães … Marcão
Cláudia Abreu … Reneé
Nelson Dantas … Toledo
Matheus Nachtergaele … Jonas
Marco Ricca … Henrique
Maurício Gonçalves … Brandão

Em 1964, um golpe militar derruba o governo democrático brasileiro e, após alguns anos de manifestações políticas, é promulgado em dezembro de 1968 o Ato Constitucional nº 5, que nada mais era que o golpe dentro do golpe, pois acabava com a liberdade de imprensa e os direitos civis. Neste período vários estudantes abraçam a luta armada, entrando na clandestinidade, e em 1969 militantes do MR-8 elaboram um plano para seqüestrar o embaixador dos Estados Unidos (Alan Arkin) para trocá-lo por prisioneiros políticos, que eram torturados nos porões da ditadura.

Junho - O Mês que Abalou o Brasil / Minhateca

Direção: João Wainer

O documentário mostra as manifestações que tomaram diversas cidades do Brasil em junho de 2013. A revolta de proporção nacional ganhou expressão em São Paulo, quando uma passeata contra o aumento das tarifas do transporte público foi duramente reprimida pelas forças policiais. As reivindicações aumentaram, havendo protestos contra a corrupção, falta de serviços públicos e gastos excessivos com a Copa do Mundo. O movimento evoluiu, ganhou o país e mais de um milhão de pessoas foram às ruas.

 

JANGO (1984) / Minhateca

Dirigido por Sílvio Tendler

O filme refaz a trajetória política de João Goulart, o 24° presidente brasileiro, que foi deposto por um golpe militar nas primeiras horas de 1º de abril de 1964. Goulart era popularmente chamado de "Jango", daí o título do filme, lançado exatos vinte anos após o golpe. A reconstituição da trajetória de Goulart é feita através da utilização de imagens de arquivo e de entrevistas com importantes personalidades políticas como Afonso Arinos, Leonel Brizola, Celso Furtado, Frei Betto e Magalhães Pinto, entre outros. O sugestivo slogan do filme foi "Como, quando e por que se derruba um presidente".

O documentário captura a efervescência da política brasileira durante a década de 1960 sob o contexto histórico da Guerra Fria.Jango narra exaustivamente os detalhes do golpe e se estende até os movimentos de resistências à ditadura, terminando com a morte do presidente no exílio e imagens de seu funeral, cuja divulgação foi censurada pelo regime militar.